Descubra a melhor forma de comprar ou trocar de carro fazendo um bom negócio

Por Itaú

5 minutos de leitura
Pai brincando com o filho

Se você está pensando em comprar ou trocar de carro, é possível que tenha dúvidas em relação ao momento certo de fazer isso e a melhor forma de fazer um bom negócio. Neste artigo, vamos responder as principais questões sobre o tema e te ajudar a tomar a melhor decisão.

Qual o melhor momento para comprar ou trocar de carro?

O momento ideal para comprar ou trocar de carro varia de pessoa para pessoa porque depende da combinação de diversos fatores, tanto pessoais quanto financeiros. De forma geral, você pode reconhecer se esse momento chegou para você avaliando os pontos a seguir.

Necessidade pessoal ou familiar

Um fator decisivo na hora de saber se este é ou não o momento de comprar ou trocar de carro é a necessidade que você ou sua família tem de possuir um veículo. Morar em uma região que não tem transporte público, trabalhar em horários com poucas alternativas de ônibus ou metrô ou precisar fazer muitos deslocamentos com crianças ou pessoas com mais idade, por exemplo.

Uma necessidade real pode contar muitos pontos nessa decisão enquanto uma simples vontade talvez possa ser adiada ou planejada com mais calma.

Disponibilidade financeira

Outro ponto importante é saber se você tem dinheiro disponível para comprar um carro ou para trocar o carro que você tem. Esse requisito é fundamental para fazer esse movimento. Se você optar por um financiamento, o ideal é não ultrapassar 30% do seu orçamento pessoal ou familiar.

Se você ainda não tiver um carro, também precisa considerar outros custos que pegam carona nessa aquisição, como combustível, IPVA, seguro, manutenção e estacionamento.

Segurança

Mais um ponto importante é segurança. Carros mais novos costumam ser mais confiáveis em relação ao estado das peças e ao funcionamento das tecnologias. Além disso, costumam vir com mais equipamentos de segurança.

Vale mais a pena comprar um carro novo ou seminovo?

Tanto um carro novo quanto um seminovo têm suas vantagens e desvantagens. Então vamos entender quais são os pontos positivos e negativos de cada um.

Um carro novo tem garantia de fábrica, o que é uma vantagem e tanto. Além disso, geralmente modelos mais recentes têm mais tecnologia e equipamentos de segurança. A desvantagem é que um carro novo custa mais que um carro usado e, no momento que você sai com ele da concessionária, já sofre desvalorização.

Por outro lado, as principais vantagens do carro seminovo são que ele custa menos que um equivalente zero quilômetro, desvaloriza menos e geralmente oferece mais oportunidades de negociação, principalmente quando você compra de uma pessoa e não uma loja. As desvantagens são que, muitas vezes, não há garantia de fábrica, pode ter necessidade de reparos e tem custo de seguro mais alto.

Pesquise preços antes de decidir

É importante pesquisar e comparar os preços, tanto de modelos novos quanto de usados. Vale a pena começar pesquisando o valor dos modelos que estão no seu radar para descobrir qual é o mais adequado para o seu orçamento neste momento.

Se você estiver buscando seminovos e usados, o iCarros, parceiro do Itaú, pode ser um aliado na pesquisa online. Na plataforma, você visualiza os carros disponíveis e compara os preços.

Além disso, compare ofertas de diferentes concessionárias para encontrar a melhor promoção. E, se for oferecer seu carro na negociação, descubra quanto cada loja oferece por ele.

Custos de manutenção

Um aspecto importante a considerar na hora de comprar ou trocar de carro é o custo de manutenção do veículo, que pode pesar no bolso tanto de quem compra um carro novo quanto de quem pretende ter um carro usado. Nos dois casos é preciso fazer, pelo menos, uma manutenção periódica.

É melhor comprar um carro à vista ou financiado?

Se você tiver o dinheiro ou conseguir se planejar para isso, comprar um carro à vista provavelmente seja a melhor alternativa. Primeiramente porque você deve conseguir uma boa negociação com o vendedor. Além disso, não terá custos com juros e contratos de financiamento.

E existem vantagens de comprar um carro financiado? Existem também. Se você não tiver todo o dinheiro para pagar o carro à vista, pode fazer a compra usando um financiamento de veículos Itaú, que você pode solicitar no app do banco, com isenção de tarifa de cadastro. A vantagem é que você compra o carro quando achar que é o melhor momento e paga por ele aos poucos, em prestações mensais que cabem no seu bolso. Utilizando o financiamento, existe ainda a possibilidade de comprar um carro sem entrada.

Para ter ideia de quanto custaria a parcela do carro que você quer comprar, faça uma simulação de financiamento no iCarros.

Vale a pena comprar um carro usando um consórcio?

Sim, o consórcio pode ser uma alternativa para comprar um carro novo ou seminovo, mas isso depende principalmente da sua urgência em ter o veículo. De forma geral, a principal vantagem do consórcio é a possibilidade de pagar o bem em parcelas fixas sem entrada e sem juros, apenas com custos de administração. Isso faz com que sua mensalidade seja mais baixa do que a de um financiamento.

Para ter ideia de quanto você pagaria de parcela para ter o carro que você quer, faça uma simulação de consórcio do Itaú.

Por outro lado, quem faz um consórcio não recebe o veículo naquele momento, como acontece com quem faz financiamento ou paga à vista. Nesta modalidade, você sabe que vai receber a carta de crédito para comprar o seu veículo até o final do contrato, mas não tem certeza de quando isso vai acontecer.

Isso porque a ordem de contemplação do consórcio é definida por sorteios e lances mensais. Ou seja, você pode ser contemplado no primeiro mês, no segundo ou no último. Ou pode tentar fazer um lance para antecipar a sua contemplação. Se o seu lance for melhor que o dos outros participantes, você é contemplado.

Ou seja, consórcio é uma excelente ferramenta de planejamento para quem quer comprar um veículo, mas não precisa dele imediatamente.

Quais os custos de comprar ou trocar de carro?

Na hora de comprar ou trocar de carro é preciso considerar alguns custos no seu planejamento. Confira os principais.

Valores e parcelas

O maior custo é o da aquisição do bem. Se for financiar, é preciso considerar o valor da entrada e das parcelas mensais.

Documentos

Outro custo importante é o da documentação, seja para o primeiro emplacamento ou para a transferência do veículo. Também é preciso incluir na conta IPVA e licenciamento, que são pagos anualmente.

Seguro

Também vale a pena fazer uma cotação do seguro antes de decidir o carro que você vai comprar. Isso porque o valor varia bastante de um modelo para outro.

Esperamos que o conteúdo te ajude a tomar a melhor decisão sobre sua compra ou troca de carro. Para acessar as melhores lojas e concessionárias conheça o iCarros, site parceiro do Itaú.