Itaú Blog

Banco Central corta a taxa de juros básica para 12,75% a.a.

Como esperado por nós e pelo mercado, o Comitê de Política Monetária (Copom) anunciou a redução da taxa Selic para 12,75% ao ano.

Foto do Autor

Itaú Asset

• 2 minutos de leitura

Elaboração: Itaú Asset Management

A comunicação veio em linha com o esperado. O Banco Central segue indicando que o ritmo mais adequado para as próximas reunião é de cortes de -0,50% e que o patamar de juros deve continuar contracionista. Além disso, se mostrou mais preocupado com o cenário externo e voltou a reforçar a importância da firme persecução das metas fiscais para a condução da política monetária. Como destaque mais dovish que o esperado, o BC subiu o modelo menos que o esperado em 2024.

No cenário de referência,  que tem entre as suas premissas a trajetória para os juros da pesquisa Focus e assume que o petróleo seguirá a curva futura, a autoridade monetária antevê que o IPCA encerre 2023, 2024 e 2025 em 5,0%, 3,5% e 3,1% respectivamente, ante 4,9%, 3,4% e 3,0% para 2023, 2024 e 2025 respectivamente.

O saldo geral da comunicação foi neutro, com elementos demonstrando inclinações para os lados hawkish e dovish. Tendo em vista a sinalização do Copom e o cenário de inflação, vemos como mais provável um novo corte de -0,50% na próxima reunião.

Como de costume, seguiremos atentos aos comentários dos diretores do Copom, tanto através de documentos como a ata da reunião – a ser divulgada na próxima terça-feira (26).