Itaú Blog

6 dicas para economizar no supermercado

Veja como se planejar para gastar menos nas suas compras do mês

Itaú Unibanco

• 3 minutos de leitura

Ilustração de mulher escolhendo produtos na prateleira de um supermercado.

Já aconteceu com quase todo mundo: você chega no caixa do supermercado para pagar as compras e o valor é bem maior do que o esperado: “como os preços subiram!” é a sua reação imediata.

Para te ajudar com essa tarefa, separamos 6 dicas para economizar no supermercado:

1. Fazer lista antes de sair de casa

Parece simples, mas ajuda!

Antes de sair de casa, faça a lista do que vai precisar comprar para a semana ou mês. Avalie o seu histórico de consumo, assim você saberá as quantidades necessárias que estarão na sua lista.

Além do benefício de não se esquecer de itens importantes, com a lista em mãos, você também evitará compras supérfluas, que muitas vezes compramos por impulso.

2. Evite ir ao supermercado com fome ou com pressa

Quando vamos ao supermercado com fome, temos maior chance de comprar itens que não estavam planejados, pois fazemos escolhas baseada na vontade de consumir aqueles itens no momento. E quando vamos ao mercado com pressa, acabamos não pesquisando preços e não prestando atenção nas promoções disponíveis.

3. Varie as marcas

Temos o hábito de consumir sempre as mesmas marcas, seja por costume, hábito, ou pela praticidade. Mas vale a pena variar as marcas, assim poderá experimentar marcas alternativas, mais baratas e com boa qualidade.

4. Anote os gastos realizados

Faça um histórico mensal das suas compras no supermercado, pode ser numa planilha ou caderno. Isso ajudará a se organizar melhor e saber quanto do seu orçamento mensal precisa ser reservado para alimentação.

5. Pesquise preço nos supermercados de atacado

Alguns supermercados que fazem vendas por atacado também disponibilizam produtos para a compra no varejo. Ou seja, possuem bons preços para compras em grandes quantidades, como produtos de limpeza, higiene e alimentos não perecíveis. Supermercados menores localizados nos bairros costumam ter preços mais elevados, por isso devem ser utilizados para compras pequenas e necessidades pontuais.

6. Atenção ao levar crianças

Crianças agem pelo emocional. Quando veem produtos que são feitos para chamar sua atenção – com caixas chamativas, personagens e embalagens coloridas, a tendência é insistirem para os pais comprarem. É importante ponderar na hora de levá-las ao supermercado para não acabar com muitas compras extras para atender a vontade dos pequenos. Se levar seu filho for necessário, converse com ele sobre planejamento, ou diga que podem escolher somente um item para levar, de acordo com a sua possibilidade financeira.