Itaú Blog

Dicas e ferramentas para cuidar melhor do seu dinheiro

Conheça plataformas e conteúdos que podem te ajudar a controlar seus gastos e começar a investir.

Itaú Unibanco

• 3 minutos de leitura

Ilustração de mulher refletindo sobre suas obrigações - como aluguel, contas de luz e água e financiamento do carro.
Ilustração de mulher refletindo sobre suas obrigações - como aluguel, contas de luz e água e financiamento do carro.

Mais do que conhecimento sobre Educação Financeira, é importante usar as ferramentas corretas para cuidar melhor do seu dinheiro. Por isso, além de dicas, separamos algumas opções que podem te ajudar a fechar o mês no positivo e começar a investir.

1. Gaste menos do que ganha

Essa é uma premissa fundamental para se manter no positivo. Procure equilibrar seus ganhos e gastos e fique atento ao seu planejamento para conseguir cumpri-lo. Separe quais são seus gastos essenciais – como contas de luz, gás e aluguel do que são gastos supérfluos – como barzinho, blusinhas e gastos extras para saber onde é possível economizar e priorizar para gastar menos do que se ganha.

E lembre-se: o cartão de crédito e o cheque especial não são uma renda extra. Use conscientemente para se manter em dia.

2. Acompanhe o seu orçamento

Lembrar nunca é demais, não é mesmo? É importante entender para onde o seu dinheiro está indo. Faça isso com frequência para se organizar e enxergar todas as entradas e saídas.

Depois de um tempo, você pode escolher uma forma mais simples de monitorar suas finanças, pode ser acompanhando seu extrato bancário ou monitorando pagamentos com cartão e gastos maiores.

Se você estiver no vermelho, seja disciplinado e não deixe de fazer este acompanhamento todo mês.

Segue uma sugestão de planilha para fazer sua gestão financeira:

https://meubolsoemdia.com.br/planilhas

3. Assim que o dinheiro entrar, invista

Não espere sobrar dinheiro para guardar, porque esse momento nem sempre chega. Assim, que o dinheiro entrar, separe imediatamente um valor possível e invista em alguma aplicação financeira.

Poupar faz com que você consiga realizar grandes objetivos e te deixar seguro para enfrentar imprevistos. Mais importante que a quantidade, é investir com frequência, faça disso um novo hábito.

Veja opções de investimento em https://ion.itau/

4. Pense em como aumentar sua renda

Se está faltando dinheiro, você tem duas opções: aumentar os ganhos ou diminuir os gastos. Geralmente, pensamos primeiro em reduzir as despesas, mas aumentar a renda também pode fazer muita diferença. Pense em como utilizar seu tempo e suas habilidades para fazer mais dinheiro. Acompanhe nossa série no Youtube sobre Educação Financeira:

https://www.youtube.com/watch?v=YGFjbPioSz4

5. Se você não tem renda fixa, organize-se em dobro

Quando não há um salário fixo, é importante analisar suas finanças com cuidado para conseguir se planejar. Vale a pena entender seu orçamento mensal e anual e prever em quais meses você ganha mais e menos dinheiro, assim você consegue fazer uma reserva para os meses de menor entrada. Além disso, faça a média da sua renda baseada nos seus últimos quatro meses.

Se você é autônomo ou empreendedor, procure manter suas finanças individuais separadas das finanças do seu negócio. Essa organização, facilita a visibilidade dos gastos da empresa e da sua família de forma separada.

Conheça o Itaú Meu Negócio, uma plataforma repleta de conteúdo de capacitação para empreendedores:

https://www.itaumeunegocio.com.br/trilhas-aprendizado