Itaú Blog

Como fazer uma empresa familiar crescer de forma consistente? 6 dicas de Buddy Valastro e Marcos Kherlakian

Foto do Autor

Itaú Empresas

• 10 minutos de leitura

As empresas familiares são um legado importante para toda a família. Afinal, é uma forma de deixar um lastro para as próximas gerações e construir algo significativo para seus familiares, gerando mais segurança para todos os envolvidos.

Para proporcionar isso, é importante buscar formas de crescimento sustentável e consistente. Bons exemplos são sempre uma forma de saber como adaptar situações para o seu modelo de negócio e conquistar também um maior sucesso.

Vamos apresentar a trajetória de Buddy Valastro (que herdou a empresa Carlo’s Bakery de seu pai) e Marcos Kherlakian (responsável pela unidade do Brasil, a única fora dos Estados Unidos). Conheça mais sobre essa história de sucesso e confira 6 dicas para adotar em seu negócio.

Qual é a importância de ter um crescimento constante em uma empresa familiar?

Uma empresa familiar é um legado que, muitas vezes, é herdado por parentes ou, então, a herança que você deixará para suas gerações futuras. Mas para que seja, de fato, algo positivo e não um problema a ser resolvido, é preciso que a empresa trabalhe sempre com crescimento constante.

Afinal, as futuras gerações não devem herdar complicações a serem resolvidas ou prejuízos a serem arcados. Por isso, ter um planejamento de longo prazo, sólido, e superar os desafios de uma gestão de empresa familiar é fundamental para proporcionar segurança e perenidade no mercado.

Como o Buddy conseguiu escalar suas operações de forma consistente?

O Buddy, na verdade, herdou a Carlo’s Bakery após o falecimento de seu pai, responsável pela confeitaria. Aos 17 anos, ele se viu diante do desafio de cuidar de uma empresa familiar e fazê-la crescer. O resultado deu certo: ela saiu de uma padaria familiar pequena, em um bairro de Nova Jersey, nos Estados Unidos, para ser uma das maiores confeitarias do mundo.

E, claro, ainda teve um aumento de mais de 1000% nos pedidos a partir da estreia do reallity show “Cake Boss”. Como dar suporte para tamanha demanda?

Para isso, foi preciso escalar as operações, até mesmo, para viabilizar a expansão do negócio. Para isso, muitas questões precisaram ser otimizadas:

  • adoção da nuvem e digitalização de processos para conseguir dar suporte a adesão de novas tecnologias, passando dos sistemas antigos de anotação de pedidos em papel para um modelo mais ágil e centrado nas tendências mais modernas;
  • incluir novas possibilidades de atividades, como a venda de bolos congelados durante a pandemia;
  • respeitar o mercado local. Por exemplo, as lojas brasileiras têm toques locais, adaptando as receitas para os principais ingredientes do Brasil;
  • ter um bom relacionamento com serviços de delivery, fornecedores, prestadores de serviços e serviços financeiros, entre outros.

Quais os desafios e erros cometidos por Buddy?

Todo sucesso surge também de superação de desafios e, porque não, de erros que aconteceram ao longo da jornada.

Um dos grandes desafios é manter o estilo de empresa familiar mesmo ao se tornar uma grande marca. Essa espontaneidade foi fundamental, segundo Buddy, para alcançar o sucesso.

Outro desafio foi alinhar o tradicional com o inovador. Para isso, foi necessário identificar que o público possui momentos diferentes de consumo, atendendo às demandas diferentes de uma mesma pessoa. Isso permitiu que a Carlo’s Bakery pudesse estar presente em diversos momentos da vida de um cliente, potencializando a fidelização ao longo do tempo.

Ainda houve um grande desafio que Buddy precisou superar: em 2020 ele passou por um acidente na mão direita, que poderia prejudicar suas atividades, principalmente, como confeiteiro. Hoje ele está recuperado, mas é claro que a experiência trouxe um grande aprendizado: “a maior lição desse acidente foi dar mais valor para as coisas simples. Do dia para noite, eu já não podia fazer coisas básicas como escovar os dentes, colocar a roupa e, principalmente, o que mais amo, que é confeitar”, lembra o confeiteiro.

Como o Marcos se reinventou para manter seu negócio?

Já no Brasil, Marcos Kherlakian, CCO da Carlo’s Bakery Brazil, também precisou superar muitos desafios para proporcionar o crescimento do legado de Buddy Valastro. Para isso, ele precisou se reinventar, já que não tinha experiência no ramo de alimentação.

O diálogo constante com Buddy deu o suporte necessário para que ele pudesse ganhar a experiência necessária no setor alimentício, bem como também trazer suas ideias: afinal, como falamos, foi preciso fazer algumas adaptações focadas no cenário nacional.

Além disso, ele estava gerenciando uma marca forte já. E, por isso, Marcos ressalta algo importante para conseguir manter um bom resultado sólido: ter um forte padrão de qualidade.

Ele destaca que: “muitas empresas, em meio ao crescimento acelerado, perdem sua essência”, e isso pode fazer com que tudo se perca. Afinal, pense no exemplo da Carlo’s Bakery: para além dos doces de qualidade, a essência de uma empresa familiar, que começou pequena em um bairro de Nova Jersey e que ganhou o mundo, é um dos fatores que torna ela mais charmosa e interessante para o público.

Perder essa essência poderia colocar tudo a perder. Então, até mesmo na adaptação para o público brasileiro, com a inserção de ingredientes nacionais nas receitas (como brigadeiro, paçoca e goiabada), ele sempre manteve o contato e o aval de Buddy, para ter certeza de que isso não descaracterizaria o negócio.

Quais as 6 dicas de Buddy Valastro e Marcos Kherlakian que podem ajudar no crescimento do seu negócio familiar?

Afinal, o que podemos aprender diretamente com a história de Buddy Valastro e com a gestão de Marcos Kherlakian para manter o legado familiar de Buddy? Vejamos a seguir.

1. Não há uma receita pronta

Diferentemente de um bolo, no qual você segue os mesmos passos e sempre tem um resultado bem semelhante, a gestão de um negócio familiar não é bem assim. Segundo Buddy, a receita que funciona mesmo é o trabalho duro, misturado com sonhos grandes.

Acrescente nessa mistura uma pitada de confiança dos colaboradores e inspiração, e o sucesso estará mais próximo de ficar pronto. Mas, claro, outros ingredientes você só perceberá no seu dia a dia.

2. Tenha o suporte da família

Um dos pontos positivos de uma empresa familiar (e que ao mesmo tempo é um desafio) é saber que os problemas podem ser superados, desde que todos estejam se apoiando. Esse, segundo Buddy, foi um dos segredos para que a sua franquia sobrevivesse à pandemia.

Ele relembra: “Quando, de repente, nenhum colaborador queria vir trabalhar por causa do vírus, juntei meus irmãos, filhos, sobrinhos, cunhados e cunhadas e foram esses que sustentaram o negócio.”

3. Tenha bons parceiros

Para além da família, as parcerias externas que você faz são fundamentais para o crescimento do negócio familiar. Buddy, por exemplo, ressalta como isso foi fundamental para que a Carlo’s Bakery Brasil pudesse superar o momento difícil durante a pandemia.

“Ter excelentes parceiros é uma das coisas mais importantes de um negócio, seja em tempos de crise ou não. Mas, falando especificamente da pandemia, sou muito grato ao apoio que o banco Itaú deu ao Marcos e a Carlo’s Bakery Brasil para sobrevivermos esse período”, relembra.

Marcos também ressalta essa importância da parceria com o Itaú pelo apoio e flexibilização que receberam nesse momento delicado.

4. Respire fundo diante dos desafios

Cuidar de um negócio familiar não é fácil, afinal, os problemas prejudicam não só sua vida, mas o legado de muitas pessoas que ama. Por isso, Buddy relembra que os sacrifícios são fundamentais para o sucesso.

5. Adapte-se ao cenário de crise

Tanto Buddy quanto Marcos enfrentaram a necessidade de se adaptarem em um cenário delicado. Nos Estados Unidos, a venda de bolos congelados por delivery foi uma forma de superar os problemas.

Já no Brasil, por estar ambientado com o delivery e com uma boa parceria, foi possível resolver essas questões mais facilmente. Claro que, para isso, foi preciso acelerar ao máximo o canal de vendas, além de outras adaptações para que a empresa pudesse sobreviver.

6. Mantenha diálogo aberto com seus parceiros

De acordo com que a empresa cresça, é comum que ela comece a multiplicar seus parceiros: fornecedores, prestadores de serviços, parceiros financeiros, entre outros. E também podem entrar sócios de unidades de franquia, caso você comece um processo de expansão.

Para garantir que a empresa familiar não perderá sua essência, há um ponto que não pode deixar de ser considerado: a importância do diálogo aberto e franco com todos os envolvidos.

Por exemplo, esse processo foi o que permitiu a Marcos trazer um toque especial para a unidade brasileira, sem descaracterizar o negócio familiar de Buddy. E essa postura de diálogo aberto e franco foi o que proporcionou uma maior confiança entre ambas as partes.

Com isso, até mesmo durante o cenário delicado da pandemia, Buddy estava sempre acompanhando o que acontecia no Brasil e sabia que podia confiar em seu parceiro para manter seu legado em nosso país.

Adotando essas dicas em sua empresa familiar, ele pôde tornar seu negócio centenário em uma das maiores franquias do mundo, tal como aconteceu com a Carlo’s Bakery. Misture essas dicas, adote-as em sua empresa, espere o tempo de preparo e veja o crescimento acontecer.

Quer acompanhar mais dicas importantes para o seu negócio? Cadastre-se na área logada do Itaú Meu Negócio e tenha acesso a mais conteúdos.