Itaú Blog

Entre Elas: empreendedoras compartilham 5 dicas do Festival RME

Donas de empresas de diferentes ramos passaram por mentorias promovidas nos dois dias de evento e receberam ensinamentos sobre negócios e presença digital.

Foto do Autor

Itaú Empresas

• 2min minutos de leitura

Já imaginou receber mentorias sobre negócios e marketing digital diretamente de profissionais referências nessas áreas? Quem participou do Festival Rede Mulher Empreendedora (RME), que aconteceu nos dias 6 e 7 de outubro, em São Paulo, teve essa chance.

Uma das ações de destaque do festival - que contou com palestras, feiras de negócios e atrações culturais - foi o espaço Entre Elas, um espaço de mentorias Itaú Empresas, que reuniu um time de especialistas para oferecer mentorias em diversas áreas de negócios.

E não parou por aí: um grupo de empreendedoras foi selecionado para sessões de mentoria exclusivas com criadoras de conteúdo. As mentoras? Ninguém menos do que Loo Nascimento, Andreza Ramos, Hariana Meinke, Alice Ferraz e Mari Maria — donas de marcas e trajetórias de sucesso na internet.

Descubra algumas dicas que enriqueceram esses encontros.

Ter visão para o mercado digital

Mesmo que seu negócio funcione em meio predominantemente físico, a presença digital hoje é indispensável para ampliar as vendas e a prospecção da sua marca. E isso não significa necessariamente começar a vender online desde o momento zero, mas sim, priorizar a construção da presença da sua marca na internet. Para quem ainda não tem nenhuma familiaridade com o ambiente online, é importante começar a testar potenciais canais de vendas e divulgação para adquirir mais intimidade com o meio e saber explorá-lo melhor comercialmente.

“A mentoria foi a oportunidade de ter uma visão do mercado digital, especialmente porque conversamos com uma influenciadora. Os pontos que ela levantou para o nosso negócio são de enorme valia”, salientou a empreendedora Vanessa. Ela passou pela mentoria com a criadora de conteúdo Mari Maria, acompanhada de sua sócia, Valéria. As duas são donas da Dona Lú Doces, uma confeitaria que também oferece cursos online.

“Nós pudemos ter contato com uma pessoa que está há tanto tempo no mercado e que tem uma marca consolidada. E isso é essencial, já que estamos buscando consolidação para nossa marca também”, afirmou Valéria.

A fisioterapeuta Bruna, que comanda uma clínica junto com uma sócia, também ressaltou a importância da mentoria para ter uma visão melhor sobre o ambiente digital:

“Acho que a gente, que é da área da saúde, acaba focando muito na etapa do atendimento presencial, então essa mentoria abriu meu campo de visão. Nós estamos em uma fase de expansão e a maior dica que recebemos aqui é que, com a internet, a gente também pode crescer. Podemos estar na rotina das pessoas, orientando sobre como manter uma postura correta, fazer vídeos explicativos. Vamos pegar nossos pontos fracos em marketing digital e transformá-los em pontos positivos”.

Perder o medo da câmera

Porém, não basta estar presente no mundo digital; é importante usar este meio para mostrar quem está por trás do negócio. Por isso, uma das dicas que a criadora de conteúdo Alice Ferraz deu à empresária Andrea Amorim foi: "perca o medo da câmera".

Seja com sua própria imagem ou por meio de informações que só você pode passar sobre sua marca, as redes sociais dão a oportunidade de mostrar aos clientes a "cara" da empresa, sua personalidade e os valores que ela representa. Além de humanizar o negócio, essa prática fortalece a confiança do consumidor e cria um laço emocional que pode ser decisivo no momento da compra.

Isso pode ser feito com pequenos vídeos, como respostas a perguntas frequentes nos stories do Instagram ou um tour virtual por sua empresa, por exemplo, mas também por meio do conteúdo de valor que você pode oferecer e agregar às suas vendas. Quando se trata de redes sociais, a interação é fundamental.

“A Alice me estimulou a, todos os dias, falar do meu negócio nas redes, a aparecer", contou Andrea, que é formada em Relações Públicas e lidera um curso de ensino de línguas estrangeiras. "Me senti desafiada a perder essa vergonha da câmera porque preciso demonstrar para as pessoas o diferencial da nossa metodologia de ensino. Acredito que esta mentoria vai ter um grande impacto na minha vida profissional”, completou a profissional.

Utilizar seu conhecimento sobre o negócio como diferencial

A jornalista Bruna Paranhos, que tem uma agência de Relações Públicas e gestão de mídias sociais, também foi “mentorada” por Alice e destacou os conselhos que recebeu sobre como explorar a sua própria imagem nas redes sociais.

No mesmo sentido da dica oferecida a Andrea Amorim, a criadora de conteúdo explicou para Bruna sobre como falar mais do seu trabalho, mostrar os bastidores do seu negócio e explorar assuntos que interessam aos seus clientes poderiam agregar valor à sua marca nas redes sociais. “Foi uma experiência incrível, uma troca muito boa. Eu precisava de alguns conselhos para gerir o meu negócio e as dicas que ela me deu foram primordiais, como, por exemplo, a de aproveitar mais a minha imagem nas redes sociais”.

A estratégia demonstrada por Alice Ferraz à jornalista é conhecida como Marketing dos Bastidores ou Marketing de Transparência. Trata-se de criar um forte relacionamento com seus clientes, utilizando transparência e autenticidade. Desta forma, você não compartilha apenas os produtos ou serviços finais, mas também os processos que ocorrem "por trás das cenas", permitindo que seus clientes vejam o "coração" do seu negócio - e se sintam mais conectados a ele.

E, claro, essa estratégia se torna ainda mais eficaz quando o empreendedor utiliza seu conhecimento profundo sobre o negócio como diferencial do seu perfil entre outros do mesmo nicho. Afinal, ninguém conhece melhor seu negócio do que você.

Aprimorar a comunicação em cada rede social

Uma boa comunicação com os clientes é fundamental para os negócios e, quando estamos falando de presença digital, essa comunicação precisa estar alinhada em todas as plataformas nas quais a empresa está presente. Esse conceito, de Comunicação Integrada de Marketing, pode ser aplicado por você de forma simples, organizando seus conteúdos e mantendo a consistência da mensagem que quer passar em todos os canais de interação com o cliente.

"Entendemos na mentoria que já temos uma boa estratégia de comunicação, mas que precisamos retratar isso de forma mais eficaz nas redes sociais", relatou Leide, que tem uma empresa voltada para a produção de pão de mel e recebeu conselhos de Alice Ferraz para melhorar o perfil do seu negócio no Instagram. "Foi fantástico ouvir as orientações de alguém com tanta experiência como a Alice”, completou.

A ideia é usar suas redes sociais como um megafone para ampliar o que você já faz de maneira tão legal fora delas. Isso deixa sua marca mais humana e próxima do cliente, o que é sempre um bom negócio.

Não ter medo de errar

Você já ouviu que "errar é humano", certo? No mundo dos negócios, isso não é diferente, especialmente quando estamos falando de redes sociais. Essa foi uma das dicas que a trancista Veronica recebeu no espaço de mentoria Entre Elas.

A empreendedora, que oferece workshops sobre as técnicas e a história da arte ancestral das tranças afro, além de ajudar mulheres, com seu trabalho, a passar pelo processo de transição capilar, contou que a mentora a mostrou como é possível "aprender errando": “Eu preciso produzir conteúdos para ter a noção do que realmente quero comunicar e fazer uso dessa ferramenta para dar mais credibilidade para meu negócio”.

Por isso, não tenha medo de errar. Use suas redes para testar, aprender e melhorar. Mostre não só o resultado final do seu trabalho, mas também o processo, a história e até os erros que ajudaram você a chegar onde está. Isso pode criar uma conexão genuína com seus seguidores e dá uma força extra para sua marca.

O Itaú Mulher Empreendedora

O espaço de mentoria Entre Elas foi uma ação do Itaú Empresas em parceria com o programa Itaú Mulher Empreendedora (IME). Falando nisso, você já conhece a iniciativa?

Há uma década, o IME vem mostrando que quando mais mulheres comandam seus próprios negócios, a toda a sociedade sai ganhando. Acesse a plataforma do programa, com mais de 200 conteúdos gratuitos prontos para turbinar o seu negócio. Fica a dica!