Itaú Blog

Estabilidade financeira: Veja as melhores estratégias para a sua empresa

Foto do Autor

Itaú Empresas

• 7 minutos de leitura

Homem utilizando um notebook pesquisando sobre estabilidade financeira
Homem utilizando um notebook pesquisando sobre estabilidade financeira

A estabilidade financeira é um pilar fundamental de toda empresa de sucesso. Afinal, esse é um dos indicadores da saúde do seu empreendimento e de seu horizonte de expectativas.

Desse modo, examinando o nível de estabilidade financeira, é possível avaliar o futuro da sua empresa: se está em estado de alerta, com um período desafiador iminente ou em plena segurança para seguir em frente e fazer bons negócios.

Neste artigo, você vai entender, em detalhes, quais as características do equilíbrio financeiro e verá dicas para conquistar a tão cobiçada estabilidade. Quer saber mais? Confira!

O que é estabilidade financeira?

Estabilidade é a qualidade de algo duradouro, que se mantém ao longo do tempo. Portanto, quando falamos em estabilidade financeira de negócios, estamos nos referindo ao equilíbrio do conjunto de operações financeiras que uma empresa executa, seja capital de giro, faturamento ou investimento.

Em outras palavras, imagine pagar as despesas com tranquilidade, sem preocupação ou estresse, distribuir o lucro com os sócios, criar uma reserva e ainda sobrar dinheiro para investir? Parece um sonho! Mas como conseguir essa estabilidade financeira?

A seguir, veja como identificar as principais características e o que fazer para conquistar o equilíbrio das finanças do seu negócio.

Quais as características da estabilidade financeira?

O equilíbrio entre a entrada e a saída do fluxo de caixa — ou seja, a entrada e saída de dinheiro — ao longo de um período caracteriza a estabilidade financeira.

Para que o seu negócio alcance esse equilíbrio, é fundamental que os ganhos sejam maiores que os gastos com folha de pagamento, estoque, equipamentos e demais despesas necessárias para o bom funcionamento da sua empresa.

Mas não adianta as contas estarem certinhas em um mês para no próximo mês ter prejuízo nas vendas e não conseguir pagar todas as despesas. Um aspecto fundamental da estabilidade é ser capaz de se manter lucrando e quitando os gastos durante um longo período.

Por que a estabilidade financeira é tão importante para as empresas?

O equilíbrio nas contas oferece maior segurança durante a gestão do seu negócio, pois permite, de forma consciente, desenvolver estratégias e tomar decisões de curto a longo prazo, visando o crescimento da sua empresa ou a recuperação de danos.

O aumento dos lucros é um dos principais benefícios da estabilidade financeira. Isso porque, as contas equilibradas oferecem um cenário de expansão ao seu negócio, como aquisição de novos e melhores produtos, ampliação da oferta de serviços, contratação de mão de obra e até desenvolvimento do espaço físico.

Outra vantagem de estar com as finanças organizadas é a facilidade na solução de imprevistos e na superação de desafios. Uma vez que o saldo disponível em caixa poderá ser aplicado para gerenciar a emergência, sem precisar de cortes abruptos nos custos ou remanejamento drástico do orçamento.

Como conquistar a estabilidade financeira?

Agora, confira dicas de como chegar lá.

Separe a PF da PJ

Separar as contas de Pessoa Física e Pessoa Jurídica é o primeiro passo para organizar as finanças de sua empresa! Sendo assim, se você já pratica esse princípio, está um pouco mais perto de alcançar a estabilidade.

Mas caso as suas contas ainda estejam misturadas, é fundamental começar a tratar de forma distinta as despesas e os lucros relacionados ao seu negócio, dos gastos e ganhos do seu orçamento doméstico.

Assim, você consegue identificar os recursos que estão realmente disponíveis para a sua empresa para planejar uma estratégia de recuperação, em caso de déficit.

Inclusive, a separação entre as contas de PF e PJ pode fazer você economizar, uma vez que as declarações de Imposto de Renda também precisam ser feitas de modo separado. Para a Receita Federal, você e a sua empresa são dois contribuintes diferentes. Portanto, caso aconteça uma mistura na hora da emissão das notas fiscais, você pode acabar pagando multas desnecessárias.

Nesse caso, não se preocupe, pois é muito simples de resolver: basta ir à sua agência e pedir a criação de duas contas separadas, uma de Pessoa Física e outra de Pessoa Jurídica.

Cuide do fluxo de caixa

O controle do fluxo de caixa é uma ferramenta de gestão financeira fundamental para a conquista da estabilidade nas finanças.

Apesar do nome, é muito simples e consiste em uma planilha com acompanhamento periódico da entrada e saída de capital da sua empresa. Com essa ferramenta, você acompanha quanto dinheiro foi recebido e o que sobrou após o pagamento dos gastos fixos e variáveis, como folha de pagamento, matéria-prima, despesas de aluguel, internet, água e luz.

A gestão do fluxo de caixa é feita com uma planilha de orçamento, que permite o registro das movimentações financeiras do seu negócio. Organizar as notas fiscais também é uma prática recomendada, pois colabora com o controle e registro das despesas. Assim, executando essas ações, você passa a construir mais estabilidade nas finanças.

Invista em sua empresa

Pessoas jurídicas também podem realizar investimento de capital, para diversificar a fonte de seus lucros. Para isso, avalie a situação financeira atual do seu negócio: confira se as dívidas estão quitadas e se há reserva disponível para investimento.

Feito isso, defina o perfil de investidor do seu empreendimento e calcule o nível de risco e rentabilidade que mais se adéqua com a sua empresa.

Vale lembrar que conhecimento também é uma forma de potencializar o seu negócio, pois permite que você aumente o seu repertório de ferramentas e modelos de gestão para cuidar da sua empresa, além de atualizar informações sobre o seu nicho de mercado, contribuindo para novas estratégias de venda.

Agora, você já sabe o porquê da estabilidade financeira ser de suma importância para sua empresa, entende que ela contribui para manutenção e crescimento de forma segura e planejada. Além disso, conhece as características e etapas para conquista desse status tão cobiçado.

Em resumo, para conseguir o equilíbrio das finanças, é fundamental separar as pessoas físicas e jurídicas, controlar o fluxo de caixa e investir o capital de giro.