Inovação, diversidade, dados e muito mais: como foi o Mangue Bit 2022

Por Itaú Empresas

3 minutos de leitura
Imagem ilustrativa do artigo Inovação, diversidade, dados e muito mais: como foi o Mangue Bit 2022
Mangue Bit 2022 - A Startup Conferece

Experenciar o Mangue Bit 2022 foi muito além de oportunidades de negócio para o Itaú Empresas, patrocinador master do evento.

Foi uma imersão no universo de startups que trouxe não só insights e provocações relevantes, mas também uma oportunidade genuína de construir e fortalecer conexões.

Como citado no painel Inovação Descentralizada - A força dos espaços fora da capital (que teve a participação de João Augusto do Goroa, Conceição Moraes do Sebrae PE, João Onofre do Softex PE e Johnny Laranjeiras do Armazem da Criatividade):

“Precisamos revolucionar. E não é possível fazer uma revolução com uma cabeça só, é necessário sair da bolha e se conectar com outros empreendedores e parceiros para construir algo maior”.

É como falamos aqui no Itaú: a gente vai de turma. E esse sentimento de comunidade é muito mais do que uma maneira de falar, é parte da nossa cultura.

Cultura que tive a oportunidade e o prazer de dividir com todos que participaram do meu painel: “Como ter uma grande empresa como cliente”.

Imagem ilustrativa do artigo Inovação, diversidade, dados e muito mais: como foi o Mangue Bit 2022

Assim como abordei no evento, reforço aqui para você leitor: a conexão com grandes empresas, independentemente do tamanho do seu negócio hoje, é uma grande oportunidade para ambos.

O mercado não é só sobre grandes players, é um ambiente colaborativo que é para todos e todas! Vivemos hoje na era das experiências graças a vocês: startups que se conectaram com grandes negócios.

E muitas dessas experiências inovadoras estão atreladas a diversidade como abordado no painel "Inclusão e Diversidade: a importância de um olhar diverso" liderado pela Roberta Fernandes, da CESAR.

A Diversidade e a Inclusão são ingredientes indispensáveis para startups que querem inovar. E por isso é importante criar um ambiente seguro e confiável para essas pessoas. É necessário desenvolver a escuta, valorizar a fala e respeitar a representatividade: esses fatores devem fazer parte da cultura de todas as startups que querem crescer.

Ainda falando sobre inovação e crescimento, gostaria de reforçar o tema trazido pela Virgínia Heimann da NTT Data no painel “Data Literacy e Competências Analíticas”: é preciso ter fluência e saber interpretar dados. As competências mais importantes de um profissional hoje são: saber ler dados, trabalhar com dados, analisar dados e argumentar dados. Decisões inteligentes são sempre baseadas em dois pilares: dados e voz do cliente.

Ainda teve muito mais conteúdo bacana e relevante, foram mais de 10 painéis que aconteceram durante o dia, que agregaram muito não só para as startups presentes no evento, mas a todo o ecossistema que as compõe.

Não sou Nordestino, Pernambucano ou Recifense, mas quando cheguei no Mangue Bit 2022 senti o ambiente diferente. Se fosse para resumir esse dia repleto de conteúdo e conexões, seria em uma palavra: MASSA!

Imagem ilustrativa do artigo Inovação, diversidade, dados e muito mais: como foi o Mangue Bit 2022

Esse conteúdo foi escrito por Luciano André Ribeiro, Superintendente de Empresas do Itaú.