Itaú Blog

Mercados em alta: descubra os segmentos mais promissores para o seu negócio

Foto do Autor

Itaú Empresas

• 5 minutos de leitura

Para quem está começando a empreender, é muito importante conhecer o seu segmento de atuação para potencializar os resultados. Afinal, participar de um setor que esteja mais valorizado pelos consumidores, por exemplo, pode abrir uma série de oportunidades para você, não é mesmo? Entender sobre mercado em alta e segmentos promissores é um bom passo para referenciar o seu negócio.

Mesmo que não esteja atuando diretamente nele, em alguns casos, a sua especialidade pode ser o que um setor procura. Por isso, é importante você estar sempre ligado nas novidades e evoluções que os mercados de consumo e vendas estão lançando. Preparamos este artigo completo e ainda contamos com a ajuda de especialistas do Itaú para explicar mais sobre o cenário. Confira!

A tecnologia está em tudo

O primeiro passo não é exatamente o investimento em um setor, mas sim em um conceito mais amplo. Investir na digitalização é a etapa inicial para criar um negócio com grandes chances de ter um sucesso. Seja para melhorar a rotina de trabalho, seja para aumentar o alcance da sua oferta de valor. Usar a tecnologia é uma estratégia necessária dentro de um mercado tão competitivo.

De acordo com Pedro Renault, pesquisador em Economia do Itaú, a tecnologia está presente em nossa sociedade e é natural que essa presença seja levada para o mercado também. Independentemente do segmento ou tamanho da empresa, a tecnologia está mais acessível e precisa ser explorada.

"Se você for pensar em setores, apesar de a tecnologia não ser um setor em si, pode ser para controle de estoque de farmácia, pode ser hospitalar, pode ser para um delivery. O que vemos é que a transversal da tecnologia independe do setor para conseguir fazer dar certo. A gente consegue se dar bem na economia se estamos fazendo algo interessante".

Como os produtores artesanais podem ganhar com a alta da construção civil

Quando se fala em produtos artesanais, é natural pensar em uma negociação direta entre vendedor e consumidor final, não é mesmo? A realidade é que novas oportunidades podem surgir mesmo em um segmento inesperado, como a construção civil. Com o setor aquecido na recuperação da pandemia, a busca não é apenas pelos imóveis, mas os seus componentes também podem aumentar.

Afinal, quando alguém compra ou aluga um imóvel, a decoração se torna a etapa final antes da mudança. É nesse momento da jornada de compra que as peças de artesanato podem ser comercializadas, por exemplo. Também as empresas de mudança ou de limpeza de imóveis podem ser beneficiar, segundo Pedro.

"Outra coisa que está aquecida é construção civil. As pessoas estão investindo mais em imóveis, há um movimento no qual as pessoas estão comprando mais e como as pessoas perceberam que vão passar menos tempo nos escritórios daqui pra frente, elas passaram a querer morar em lugares melhores. Há uma atividade forte na parte de materiais, mas também em elementos que acompanham os imóveis, com a presença de peças de artesanato na decoração".

Como produtos farmacêuticos e cosméticos seguem em alta

Segundo dados da consultoria IQVIA, o ano de 2020 representou um marco para o setor de produtos farmacêuticos, registrando um crescimento acima dos 13% entre os meses de janeiro e outubro. Buscar por parcerias dentro desse segmento, portanto, pode ser uma alternativa para quem busca por oportunidades de fazer melhores negócios em um mercado em alta.

Além disso, a área de cosméticos acompanhou o crescimento em 2020. Segundo uma pesquisa divulgada pela Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC), o segmento registrou um aumento de 5,8% no seu faturamento ao longo do ano. Para Pedro, a pandemia reforçou a importância desses cuidados e o mercado está bastante aquecido.

"Se tem um setor que só cresce no Brasil, é o farmacêutico. Por cima disso, há também o envelhecimento da população. E o farmacêutico tem uma tendência de crescimento por demografia. Além disso, a pandemia fortaleceu a percepção de que as pessoas precisam se cuidar cada vez melhor para uma vida saudável".

Aproveite para embarcar no empreendedorismo digital

Com o mercado em alta, pode ser interessante investir no empreendedorismo digital, apostando nos custos mais baixos e na praticidade para dar início ao seu negócio — é o cenário ideal para quem tem uma estrutura ainda pequena e não tem tantos recursos. Seja para quem está abrindo um negócio, seja para quem já tem a própria empresa, a digitalização das vendas é essencial.

Entenda que os e-commerces vieram para ficar

Por último, vamos seguir falando do digital, mas não de um setor em alta especificamente, e sim de um jeito de fazer negócios na internet que impactou diversos mercados — e, por isso, precisa estar no radar dos empreendedores.

Durante a pandemia, o mercado de vendas por via digital teve muito destaque. Informações da Ebit/Nielsen mostram uma alta de 47% na comparação entre os faturamentos de 2019 e 2020. Com a necessidade de se relacionar por meios digitais, foram mais de 7 milhões de brasileiros realizando as suas primeiras compras online durante o período.

Ou seja, isso significa que se trata de uma demanda do mercado: vender online. Mesmo com o avanço da vacinação no país, a tendência é que esse modelo se consolide e surja como uma opção valiosa para empreendedores que querem aumentar o alcance das suas ofertas. Com o fim da desconfiança de realizar as compras online, novas oportunidades podem surgir.

Trata-se de uma maneira de empreender sem precisar investir muitos recursos, já que é um processo mais barato do que abrir uma loja física, por exemplo. Com a tecnologia, o acesso aos recursos e ferramentas necessários para vender mais também são mais acessíveis para o seu negócio.

Conhecer quais são os mercados em alta é um passo importante para quem quer se destacar em um cenário de alta competitividade. Mesmo que não tenha uma relação direta com a sua especialidade, mostramos como é possível criar oportunidades até mesmo onde se nem imagina, certo? Talvez seja a hora de se aliar a outros empreendedores e crescer ainda mais!

Como este artigo falou sobre possíveis oportunidades em setores e mercados em alta, o que acha de seguir bem-informado sobre quais devem ser os próximos passos para crescer ainda mais o seu negócio? Você sabia que investir em sustentabilidade pode gerar diferencial competitivo? Descubra na sua próxima leitura.