Itaú Blog

A inovação do IaaS (Itaú as a Service)

Solução de Banking as a Service do Itaú BBA permite que mais players ofereçam serviços de banking para melhorar a experiência de compra de seus clientes.

Foto do Autor

Itaú BBA

• 4 minutos de leitura

Inovação IaaS Ibba 2022

No último post sobre o IaaS (Itaú as a Service), a solução BaaS (Banking as a Service) do Itaú BBA, mostramos como ele pode trazer valor para o negócio de empresas que atuem em qualquer setor, não necessariamente o financeiro. É aí que está a grande inovação deste serviço.

Há pouco tempo, coisa de menos de uma década, era impensável que uma empresa sem um pé no meio financeiro conseguisse acessar todo o core bancário por meio de uma instituição financeira. Hoje já é possível dizer, sem medo:

Empresas fora do universo financeiro já podem oferecer serviços financeiros, desde que façam isso com o parceiro certo.

Graças à tecnologia e à digitalização, os bancos passaram a “abrir as suas cozinhas” para o mercado consumir e contratar como um serviço o que antes só quem vivia o dia a dia financeiro poderia oferecer para os seus clientes.

Mas a possibilidade de mais pessoas jurídicasdisponibilizarem serviços financeiros sem absorver o peso de uma operação complexa e muito regulada não é a única inovação do Banking as a Service.

Existe uma outra inovação em toda essa história que tem muito a ver com o status mais positivo que a palavra “compartilhar” recebeu de uns tempos para cá — em especial no mundo dos negócios.

Continuamos querendo ter a principalidade do cliente, mas já entendemos que compartilhar, via IaaS, a infraestrutura adequada para o ambiente de negócios de outros setores também é uma ótima frente de atuação.

Saiba mais sobre o IaaS, o BaaS do Itaú.

Como o IaaS pode ajudar negócios a melhorar a jornada de seus clientes

O IaaS é composto por cinco hubs de soluções, que podem ser contratadas individualmente ou em conjunto, de acordo com a necessidade de cada empresa. São chamadas de soluções modularizadas, e cada um desses hubs tem uma finalidade específica.

Geralmente, eles fazem parte de um modelo de contratação do IaaS que chamamos de On-demand, voltado, na maioria dos casos, para empresas mais acostumadas no trato com o sistema financeiro. Note: “na maioria dos casos”, porque quem não é do ramo também pode ser beneficiado por algumas dessas soluções.

É o caso do hub Open Finance, uma espécie de materialização das inovações do IaaS citada no início do texto, porque as soluções presentes ali servem para empresas que tenham ou não um pé no sistema financeiro e são um exemplo de como o Itaú BBA compartilha o seu conhecimento, a sua tecnologia e infraestrutura para que qualquer empresa, de qualquer setor, ofereça um melhor serviço ao seu cliente.

Jornadas de compra com zero fricção

Se você é fã de futebol ou de bandas de rock internacional, já deve ter vivido uma situação de relativa apreensão ao tentar comprar um ingresso para um jogo decisivo ou um show muito esperado.

A dificuldade em conseguir escolher um lugar, somada às opções restritas de pagamento ou à necessidade de ter de sair do ambiente para completar a transação, pode ter deixado a experiência de compra tensa demais. “Será que deu certo?” e “Meu ingresso está garantido?” são perguntas que certamente você já fez nessas situações.

Agora, pense em uma situação mais corriqueira, como a compra de um produto pela internet. Se você deseja comprar uma TV, tem o dinheiro para isso, mas não tem um cartão de crédito (ou limite no cartão), como é que faz para essa experiência de compra ser fluida?

Nos exemplos acima, estamos falando de empresas que têm pouco ou nenhum fit com o sistema financeiro, mas que, de alguma maneira, podem melhorar a jornada de compra de seus consumidores. Primeiro porque já existe um jeito de se fazer isso; segundo porque é bom que o façam.

O Anuário CX Trends 2022, realizado pela Octadesk em parceria com a Opinion Box, mostrou que dois em cada três consumidores desistem de uma compra online por conta de uma experiência ruim. Valor do frete, preços elevados, falta de credibilidade da empresa, quantidade de etapas necessárias para concluir a compra e opções de pagamento que não atendem o consumidor estavam entre os motivos citados pelos respondentes da pesquisa para não finalizar a transação.

O hub Open Finance traz uma solução chamada “Iniciação de Pagamento White Label”. Com ela, é possível transformar a plataforma de venda de qualquer player que faça vendas online em plataforma de pagamento, sem que o consumidor saia do ambiente daquela empresa (site ou aplicativo). Isso já acontece nos pagamentos com cartão de crédito, é verdade. Mas o que acontece quando se vai pagar com boleto ou Pix?

Essa solução adiciona mais uma opção de pagamento à tela de checkout e permite ao consumidor decidir de qual conta tirar o dinheiro para fazer o pagamento no ambiente proprietário daquela empresa. Ou seja, a partir do site ou do aplicativo daquele marketplace ou e-commerce, o cliente consegue acessar a sua conta de maneira segura para realizar o pagamento, evitando pular de aplicativo para aplicativo até concluir a compra e ter a certeza de que ela foi efetuada.

A mesma lógica funciona para empresas que já atuam no sistema financeiro. Graças ao Open Finance (com o compartilhamento de dados e informações entre instituições financeiras), já é possível iniciar um pagamento no aplicativo do banco A, usando os recursos que estejam depositados em um banco B e tendo como destino um banco C.

A solução “Iniciação de Pagamentos” faz exatamente isso. A partir de um único aplicativo — o da instituição financeira que irá iniciar toda a transação —, é possível acessar outros “territórios” usando apenas um site ou aplicativo. O Itaú é uma das poucas instituições financeiras que podem entrar (com permissão e segurança) na conta de outros bancos para iniciar um pagamento sem que seja preciso mudar de ambiente.

De novo: sem a necessidade de pular de aplicativo para aplicativo, garantindo uma melhor experiência para o consumidor final. Na realidade, quem faz essas idas e vindas entre aplicativos são as APIs do Itaú as a Service.

Já imaginou a quantidade de oportunidades que essa ferramenta pode proporcionar?

Se interessou? Visite a página do Itaú as a Service no site do Itaú BBA e procure o seu officer de relacionamento para saber mais sobre essa e outras soluções para o seu negócio.