Itaú Blog

Consultoria Agro

• 5 minutos de leitura

As chuvas na região central do Brasil durante o final de outubro e início de novembro não aconteceram conforme os mapas de projeção indicavam. Havia a expectativa de volumes melhores que os registrados na primeira quinzena de outubro, quando grande parte das áreas centrais do país recebeu chuvas que ficaram entre dentro e abaixo da média para o período. Na segunda metade de outubro e nesses primeiros dias de novembro, esse padrão se repetiu, o que manteve desfavorável a condição para o avanço do plantio da soja e para o desenvolvimento das áreas já semeadas, o que gerou, inclusive, a necessidade de replantio em algumas áreas do MatoGrosso.

Clique aqui para continuar lendo o conteúdo.