Itaú Blog

As 3 vantagens de ser um participante indireto do Pix com o Itaú BBA

O IaaS, Banking as a Service do Itaú BBA, oferece a possibilidade de instituições de pagamento se conectarem indiretamente ao universo Pix para oferecer uma melhor experiência a seus clientes

Foto do Autor

Itaú BBA

• 4 minutos de leitura

Imagem com a frase: "Sabe o que é pix indireto?"

Com dois anos de vida, o Pix já é o meio de pagamento preferido de (quase) todos os brasileiros. De 2020 para cá, foram realizadas mais de 26 bilhões de transações instantâneas, movimentando R$ 12,9 trilhões. Diversas empresas já oferecem o Pix como um dos meios de pagamento, mas o que nem todos sabem é que essas empresas podem ser “donas” (ou corresponsáveis) da operação sem precisarem necessariamente ser uma instituição financeira.

Empresas digitais, fintechs, instituições de pagamento (IPs) e bancos digitais podem participar ativamente do universo Pix e usufruir dos benefícios que essa ação pode trazer para o negócio — em especial, a melhora na experiência de seus clientes — de um jeito mais simples, com um custo menor e sem todo o peso da regulação.

As três maneiras de se conectar ao Pix

Existem três maneiras de uma empresa participar do ecossistema Pix.

A primeira é como usuário. Você dá ou alguém passa a sua chave Pix, e a transferência é feita de forma instantânea. Nesse jeito convencional, as empresas precisam abrir uma conta no banco e pagar um percentual a título de taxa para cada transação.

A segunda é como participante direto. Alguns bancos, como o Itaú BBA, e outras instituições de pagamento estão embaixo desse guarda-chuva e se conectam diretamente ao Banco Central (Bacen) para que os pagamentos instantâneos aconteçam. E, para isso, estão sujeitos a seguir a regulação imposta pela autoridade monetária e construir uma estrutura dedicada para esse serviço. A terceira maneira de se conectar ao universo Pix é como participante indireto. Nela, empresas de qualquer setor de atuação e que queiram dar um passo a mais na experiência Pix para seus clientes podem se unir a quem tem essa “licença” e expertise (no caso os participantes diretos) e dividir a responsabilidade pela execução desse serviço. Nessa modalidade, tudo fica “no nome” do participante indireto, que paga ao seu par uma taxa fixa, independentemente do valor transacionado.

As três vantagens de ser Pix indireto (em vez de Pix direto)

O jeito mais fácil e simples de usufruir dos benefícios para o negócio do principal meio de pagamento no Brasil é sendo um participante indireto.

Ser um participante indireto do Pix possibilita enviar e receber pagamentos instantâneos por intermédio de um participante direto, que vai realizar o serviço de liquidação desse pagamento. É importante frisar: os mesmos benefícios desses dois tipos de conexão são experimentados por quem participa do sistema criado pelo Banco Central.

As duas “licenças” para oferecer o Pix como meio de pagamento ou recebimento para seus clientes são voltadas para empresas classificadas pelo Banco Central como Instituição de Pagamento, como bancos digitais, fintechs, serviços de carteira digital, adquirentes e subadquirentes. Basicamente, uma IP faz a custódia ou lida com o dinheiro de outras pessoas (físicas e jurídicas).

Quais são as três principais diferenças entre o participante direto ou indireto do Pix?

  1. Participantes indiretos não precisam se conectar diretamente ao Sistema de Pagamento Instantâneo (SPI) e, por isso, não arcam com os custos de montar uma Tesouraria à parte para atender uma operação que é 24x7. Nesse caso, eles utilizam um participante direto para ser o seu liquidante das transações Pix.
  2. Participantes indiretos não precisam manter uma conta de pagamento instantâneo (Conta PI) com recursos necessários para atender todas as transações que vierem a ser realizadas em um dia. Dessa maneira, evitam uma ineficiência financeira por deixar um dinheiro parado que pode ou não vir a ser utilizado.
  3. Participantes indiretos não precisam ter escala comprovada já de saída para justificar o custo com uma operação que demandará investimento para ficar de pé (como contratação de pessoal e tecnologia, por exemplo).

Quem opta pela participação indireta acaba utilizando toda a estrutura já montada por um participante direto. O Itaú BBA, por exemplo, já está conectado ao SPI e, portanto, tem uma estrutura dedicada para que o Pix funcione. O banco também já faz a gestão da Conta PI, ficando sob sua responsabilidade a existência de saldo.

Esses dois pontos aliviam o investimento que seria necessário para fazer a operação rodar. É uma operação mais barata tanto para quem tem certeza de que o Pix fará diferença para seu negócio — e ainda não sinta que é o momento de ser um participante direto — quanto para quem ainda quer testar uma hipótese.

O Pix indireto no Itaú BBA: soluções exclusivas e atendimento 24 por 7

Nem todos os participantes diretos do Pix oferecem a possibilidade de outras empresas entrarem nesse universo como indiretos. O Itaú BBA faz isso desde 2020 e traz essa oportunidade dentro de um dos hubs do IaaS (Itaú as a Service), a solução Banking as a Service do banco.

Quem contrata o serviço bebe direto da fonte de quem é, de forma recorrente, nota A no Índice de Qualidade dos Serviços Pix (IQS), ranking que mede a satisfação de quem usa o serviço e que é atualizado mensalmente pelo Banco Central.

Além disso, o Itaú BBA oferece aos seus clientes indiretos um serviço com APIs que vão além da interface padrão do Banco Central. A integração feita com a instituição e a participação nesse arranjo são todas realizadas por esse tipo de aplicação.

O Itaú BBA desenvolveu APIs exclusivas que facilitam a vida das empresas que querem ser participantes indiretos do Pix. Por exemplo:

Integrações mais eficientes

Arquiteturas modernas permitem uma comunicação efetiva e imediata com o cliente, além de economizar recursos tecnológicos sem onerar a performance.

Consulta de status junto ao Banco Central

Só os clientes Itaú BBA conseguem consultar cada transação feita por Pix diretamente no SPI e, assim, ter a confirmação da conclusão da operação de maneira rápida e independente.

Solução de conciliação

Permite realizar conciliações de Pix de cada conta pagamento além de detalhar as informações das transações.

Monitoramento proativo

O Itaú BBA conta com central de monitoramento e emissão de alertas tempestivos em casos de inconsistências ou instabilidades.

Tudo isso com o apoio de um time de implantação técnica para realizar o processo de integração e desenvolvimento das APIs e atendimento técnico 24 por 7 para apoiar a operação em produção dos nossos clientes com participação indireta no Pix.

Quais são os benefícios de ser um participante indireto?

Empresas com atuação em diferentes setores podem participar de maneira ativa do ambiente Pix sem que a sua atividade core seja o mundo financeiro. Por exemplo, um e-commerce em que milhares de lojistas vendem seus produtos e têm o Pix como principal meio de pagamento. Nesse cenário, os clientes lojistas dessas empresas podem ter dois tipos de experiência a partir da decisão de esse marketplace ser ou não um participante indireto.

Caso seja, cada lojista cadastrado poderá movimentar os valores recebidos de forma autônoma, a qualquer momento, melhorando sua experiência de vendas e gestão de valores. E terá ainda facilidades que uma wallet digital poderia proporcionar, como o fornecimento de chaves Pix atreladas às contas dos clientes e QR Codes que, ao serem pagos, iriam diretamente para a conta do lojista, sem nenhuma ação manual.

Caso não seja um participante indireto, será que esse e-commerce conseguiria manter o seu marketplace oferecendo aos seus lojistas a possibilidade de pagamento via Pix? Sim. Não seria o mesmo que ser um participante indireto, mas o cliente dele (o lojista) receberia o dinheiro da venda da mesma forma.

Não seria o mesmo porque haveria um trabalho adicional para fazer o valor da venda chegar até o cliente e, não sendo um participante direto ou indireto do Pix, todas as vendas naquele marketplace seriam realizadas na chave da empresa de e-commerce e não nas de seus lojistas, sendo necessário realizar 2 ou mais transações. Nesse caso, seria preciso então fazer um processo de conciliação próprio para identificar que aquele recurso é do lojista e não da empresa de e-commerce.

Participando de maneira indireta do arranjo do Pix, a empresa do nosso exemplo poderia abrir uma conta de pagamento para cada um de seus clientes, que lá registrariam suas respectivas chaves Pix. Nesse caso, o processo de repasse do valor da venda seria muito mais simples — não havendo necessidade de se fazer conciliação com uma única transação — rápido, barato e automático. Para essa solução de conta pagamento, o Itaú BBA, com a solução de IaaS Full Platform, consegue também ajudar, como mostramos neste artigo.

Resumindo: se o seu negócio lida com o dinheiro de terceiros ou faz a custódia desses valores, o Pix indireto pode ser a melhor opção para que você não misture os valores de outras instituições com os da sua empresa e ainda ofereça uma experiência melhor para o seu cliente, que poderá registrar suas próprias chaves e experimentar o melhor que o meio de pagamento preferido dos brasileiros pode oferecer.