Serena Energia precifica oferta secundária a R$9 por ação.

O Itaú BBA foi coordenador global do Follow on de R$ 775 milhões da Serena.

Foto do Autor

Itaú BBA

• 02 minutos de leitura

A Serena S.A. ("Serena" ou "Companhia") precificou com sucesso sua oferta de Follow-on a R$9,00 por ação (~7,0% de prêmio em relação ao preço não afetado), compreendendo 86,2 milhões de ações. A transação foi 100% secundária, representando a venda parcial da participação da Tarpon na Companhia. Após a conclusão da transação, a Tarpon deterá 19,1% da Serena (vs. 31,8% antes).


A Serena (antiga Omega Energia) é uma empresa de geração de energia que desenvolve e opera ativos renováveis. A empresa possui mais de 2,5 GW de capacidade instalada operacional de energia renovável em sete estados brasileiros, além de 265,5 MW adicionais no estado do Texas, nos Estados Unidos.


A empresa tem uma capacidade única de desenvolver projetos de energia renovável, dado o conhecimento e a experiência que sua equipe de gestão acumulou ao longo dos anos, tendo desenvolvido mais de 1,4 GW e investido mais de R$ 8,6 bilhões. Em 2023, a Serena registrou um EBITDA ajustado de R$ 1,6 bilhão (margem de ~75%). A Serena tem uma capitalização de mercado de ~R$6 bilhões.


O Itaú BBA atuou como Coordenador Global da oferta. A transação reforça nossa posição como assessor preferencial no setor de energia, tendo atuado como coordenador global em 12 dos 14 follow-ons que ocorreram no setor nos últimos 5 anos.

O Itaú BBA participou de todas as ofertas de ações precificadas no Brasil em 2024.