Itaú Blog

Boletim Galaxy: Criptoativos

Os mercados cripto apresentaram pequenas quedas no mês de Julho, com o BTC e o ETH perdendo parte do desempenho positivo apresentado ao longo deste ano, caindo -4,06% e -3,70% no mês, para US$ 29.174 e US$ 1.856, respectivamente. No entanto em termos de acontecimentos tivemos progresso nas frentes regulatória e institucional.

Foto do Autor

Galaxy Fund Management

• 6 minutos de leitura

Do ponto de vista regulatório, houve decisões que esclareceram e obscureceram as perspectivas regulatórias, criando um mês de montanha-russa para o mundo das criptomoedas. Em 13 de julho, um juiz federal dos EUA declarou que os tokens XRP não são valores mobiliários. O XRP é a 5ª maior criptomoeda por valor de mercado e foi lançado em 2012 pela empresa agora conhecida como Ripple Labs. A SEC processou a Ripple e seus dois fundadores pela primeira vez em dezembro de 2020, alegando que eles haviam arrecadado US$ 1,3 bilhão ilegalmente por meio de uma oferta de valores mobiliários não registrada. Essa decisão histórica fornece algumas orientações sobre a ambiguidade regulatória, potencialmente estimulando a participação de investidores institucionais nos mercados de criptomoedas.

Embora os mercados possam estar menos focados no bitcoin devido à decisão do XRP, a BlackRock tornou cada vez mais pública seu apoio à classe de ativos. Durante uma entrevista em 14 de julho com a Fox Business, o CEO da BlackRock, Larry Fink, afirmou que “bitcoin é um ativo internacional” que está “digitalizando ouro... Acreditamos na digitalização de produtos… ETFs foi uma grande revolução da indústria de fundos mútuos… e acreditamos que, se pudermos criar mais tokenização de ativos e títulos, isso poderá revolucionar novamente as finanças”. A promoção do Bitcoin pela empresa anuncia a realização de um dos mantras mais antigos da criptografia: 'as instituições estão chegando.' Agora é oficial - as instituições estão aqui. E esta instituição, a BlackRock, é a especialista em adoção mainstream.”

A ação do preço do bitcoin dentro do intervalo caracterizou a maior parte de julho. Mesmo depois de várias notícias positivas durante o mês, o mercado parecia resignado com o fato de que é improvável que o bitcoin ultrapasse os US$ 31 mil no curto prazo. O Bitcoin está atualmente em sua 6ª semana de negociação entre $ 28.000 e $ 31.000, e esperamos que esse comportamento se estenda até o final do verão, exceto um grande evento de notícias, especialmente porque a volatilidade continua a ser comprimida.

Do ponto de vista da construção de portfólio, o bitcoin continua diversificando para ativos tradicionais. Ao observar a correlação contínua de 45 dias dos retornos diários, o bitcoin está atualmente correlacionado negativamente com o S&P 500 e o ouro.

Clique aqui para conhecer mais e, para investir, busque sua corretora.