Itaú Blog

Pílula de ETFs: É a hora de investir em Small Caps?

Após atingir o pior ponto relativo ao Ibovespa ao fim de abril, o índice de Small Caps da B3 teve uma forte recuperação em maio, deixando a pergunta se é hora de investir nesse segmento.

Leonardo Vasques

• 4 minutos de leitura

As Small Caps - ações de menor capitalização (valor) de mercado - usualmente são menos líquidas e mais voláteis quando comparadas com as blue chips, o que contribui para movimentos mais intensos que o Ibovespa, seja em períodos de alta ou de queda. Como observado no período recente:

Além disso, essa classe de ativo se torna cada vez mais atrativa em um cenário de queda de juros.

Quem vislumbra um investimento em Small Caps tem algumas opções: (1) SMAC11 – ETF de Small Caps; (2) Escolher Small Caps individualmente (3) Fundos ativos de Small Caps, que podem ser analisadas sobre as seguintes perspectivas:

  • Liquidez: O SMAC11 oferece liquidez em D+0, com liquidação em D+2, além de ter um Formador de Mercado contratado para manter ofertas de compra e venda durante o pregão. Por outro lado, algumas ações individualmente têm baixa liquidez e por isso fundos ativos costumam ter longos prazos de cotização, em especial no resgate.
  • Spread de Negociação do SMAC é conhecido (~R$0,02). Este nível de spread (diferença entre as ofertas de compra e venda) é percentualmente inferior ao da maioria das ações de Small Caps diretamente, de modo que o ETF se torna uma opção mais barata que as próprias ações para o investidor.
Fonte: Bloomberg até 27 de junho de 2023
  • Risco de concentração: Ao escolher ações individuais, o investidor concentra o risco da sua carteira em algumas empresas, enquanto o SMAC11 oferece uma carteira diversificada com mais de 100 ações e transparente, disponível no site.

Além de ter custo competitivo (taxa de adm em 0,50%a.a), que usualmente compensado pela receita de aluguel, o SMAC11 conta com uma carteira diversificada, alta liquidez e baixo custo de execução, sendo uma alternativa interessante para investir na classe.

Clique aqui para conhecer mais e, para investir, busque sua corretora.