Pílula de ETFs: IPCA + 6%. Vantagens e Oportunidades

Alguns títulos do Tesouro atrelados a inflação estavam sendo negociados a uma taxa de IPCA+6%. Na pílula dessa semana falamos como sobre esse cenário e como podemos avaliar.

Foto do Autor

Caique Cardoso

• 3 minutos de leitura

Ontem, alguns títulos do Tesouro atrelados à inflação estavam sendonegociados a uma taxa de IPCA + 6%,oferecendo um juro real (acima da inflação) de 6% ao ano.

Vale mencionar que a taxa e o preço dos títulos são inversamente proporcionais: taxas mais altas significam preços menores. Veja abaixo a relação de preço e taxa do Tesouro IPCA+ 2050.

Tesouro IPCA+ 2050: Preço vs. Taxa

Juros Reais de 6% são bastante atrativos. Claro que não é algo garantido, mas olhar o que aconteceu nos últimos anos ajuda a entender o que pode acontecer, dado o nível de juros reais que estamos falando. Não à toa,todos os investidores que, desde 2010, compraram o Tesouro IPCA+ 2050 com taxas acima de IPCA+6% e ficaram pelo menos 3 anos investidos tiveram um retorno acima do CDI no período, conforme gráfico abaixo.

Quantas vezes o Tesouro IPCA+2050 superou o CDI (janelas móveis de 3 anos).

Fonte: Itaú Asset Management

Ontem, os ETFs que investem em Tesouro IPCA+ terminaram os dias com Yield da carteira próximo ou superior a IPCA+6%, conforme tabela. Disponibilizamos a estimativa de taxa e preço dos ETFs em tempo real no seguinte link.

Além de serem opções diversificadas, os ETFs de Renda Fixa da Itaú Asset têm o benefício tributário de15% de Imposto de Renda independentemente do prazo de investimento, sem IOF e sem come-cotas.

Clique aqui para conhecer mais dos ETFs Itaú Asset. Para investir, busque a sua Corretora.