Itaú Blog

Qual o custo do come-cotas para o investidor?

Entenda o que é, e como o come-cotas impacta a rentabilidade dos seus investimentos.

Leonardo Vasques

• 5 minutos de leitura

Quando falamos dos ETFs de Renda Fixa, uma das vantagens que poucos investidores se atentam é o fato de não haver come-cotas.

O come-cotas é uma antecipação de imposto cobrada nos meses de maio e novembro dos investidores de fundos de Renda Fixa e Multimercados, na qual 15% da rentabilidade do período (nos fundos de Longo Prazo) é paga a título de IR através da redução da quantidade de cotas do investidor, portanto não reflete na rentabilidade do fundo, apenas na do investidor.

Por pagar IR apenas na saída do investimento, o ETF de RF se beneficia da capitalização do IR devido no período. O efeito disso no longo prazo pode ser visto na simulação abaixo, que compara um investimento com come-cotas no IMA-B com outro ETF de mesma taxa e benchmark, como o IMAB11 , desde a criação do índice.

Todos os ETFs de renda fixa da Itau Asset (B5P211, IMAB11, IB5M11 e IRFM11) possuem alíquota de 15% de IR.

Clique aqui para conhecer mais sobre os ETFs de Renda Fixa.