Itaú Blog

BC britânico eleva juros e alerta que economia entrará em recessão

No radar do mercado: como esperado, o Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês) elevou a sua taxa de juros em 50 pontos-base, para 1,75%

Foto do Autor

Itaú Private Bank

• 2 minutos de leitura

Crédito: Getty Images

Como esperado pelo mercado, o Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês) elevou nesta quinta-feira a sua taxa de juros em 50 pontos-base, para 1,75%. Este é o sexto aumento consecutivo promovido pelas autoridades britânicas.

Segundo o comunicado, a decisão não foi unânime. Dos nove dirigentes, um deles votou a favor de um aumento no mesmo ritmo das altas anteriores, de 25 pontos-base. O comunicado indica que a aceleração foi necessária devido às pressões inflacionárias, que aumentaram significativamente desde a última reunião.

Diante dos impactos causados pela guerra na Ucrânia, que afetam principalmente os preços de energia, a inflação acelerou para 9,4% em junho. O BoE prevê também que ela alcance o pico no quarto trimestre, quando deve atingir pouco mais de 13%, antes de começar a retornar para a meta de 2% em cerca de dois anos.

As autoridades alertaram, ainda, que o PIB está em desaceleração e que a economia britânica deve entrar em recessão a partir do último trimestre deste ano e registrar contrações consecutivas ao longo de 2023.  

O comunicado indica que as autoridades vão observar de perto o que ocorrerá com a inflação nos próximos anos. Por fim, o BC reitera que as próximas decisões de política monetária serão avaliadas a cada reunião e dependerão das divulgações econômicas.