Itaú Blog

BC britânico surpreende e acelera ritmo de alta dos juros

No Radar do Mercado: contrariando as expectativas de uma alta de 25 pontos-base, o Banco da Inglaterra acelerou o ritmo e elevou os juros em 50 pontos-base

Foto do Autor

Itaú Private Bank

• 2 minutos de leitura

Créditos: Getty Images

O Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês) elevou nesta quinta-feira a sua taxa de juros em 50 pontos-base, para 5%, acima das expectativas do mercado e acelerando o ritmo anterior (na reunião passada, a alta foi de 25 pontos-base). Esta foi a 13ª alta consecutiva promovida pelas autoridades.

Novamente, a decisão não foi unânime. Dois dos nove dirigentes preferiam manter a taxa em 4,5% devido à evolução nos preços de energia e outros choques globais que tendem a fazer a inflação recuar, além dos efeitos defasados na transmissão da política monetária para a economia.

No entanto, de maneira geral, a maioria optou por acelerar o passo, justificando a decisão com base em indicadores recentes, que sinalizam uma maior persistência da inflação, em um cenário de mercado de trabalho apertado, além de uma resiliência da demanda. A inflação do Reino Unido divulgada ontem apontou aceleração no núcleo (que exclui os itens mais voláteis) para 7,1% na comparação anual, puxada pelo setor de serviços e aumento de salários.

A expectativa das autoridades é que a inflação desacelere ao longo do segundo semestre. Mas o comunicado apontou ainda que as autoridades continuarão monitorando de perto a evolução dos dados para tomar futuras decisões, reforçando que, se houver evidências de pressões mais persistentes, novas altas de juros ainda serão necessárias para trazer a inflação de volta para a meta de 2% no médio prazo.

💬 O que achou deste conteúdo?