Itaú Blog

China anuncia medidas de suporte à vacinação

No Radar do Mercado: o governo chinês vai acelerar a vacinação de idosos no país; na Europa, a inflação da Espanha e da Alemanha cedeu além do esperado pelo mercado

Foto do Autor

Itaú Private Bank

• 3 minutos de leitura

Crédito: Getty Images

A Comissão Nacional de Saúde da China (NHC, na sigla em inglês) divulgou a aceleração da vacinação para idosos com mais de 80 anos e a liberação de doses de reforço para esse público. A dose de reforço para idosos tem sido um dos principais focos para a reabertura, e é considerado um fator importante para uma saída gradual da política de tolerância zero contra a Covid-19 no segundo trimestre de 2023.

O governo também anunciou medidas para apoiar o financiamento mercado imobiliário. Ontem, o regulador de valores mobiliários da China ajustou o financiamento via ações e permitiu que as incorporadoras listadas no país e em Hong Kong vendam ações adicionais para adquirir ativos imobiliários. A medida, de efeito imediato, é mais uma iniciativa para estabilizar o setor em 2023.

Inflação cede na Alemanha e na Espanha em novembro

O Índice de Preços ao Consumidor (CPI, na sigla em inglês) da Alemanha registrou uma queda de -0,5% na leitura preliminar de novembro, enquanto o mercado esperava uma retração mais branda. Na base anual, houve desaceleração, de 10,4% para 10%, abaixo das expectativas.

Na Espanha, o indicador também surpreendeu e desacelerou mais do que o esperado na base anual, de 7,3% para 6,6%. Os resultados devem reduzir as projeções para o CPI na zona do euro, cuja divulgação está prevista para acontecer amanhã, quarta-feira, sendo fator importante para a avaliação do Banco Central Europeu em sua próxima decisão de política monetária.

O que achou deste conteúdo?