Itaú Blog

Economia e mercados: as notícias que marcaram a semana

O PIB do Brasil avançou 1% no primeiro trimestre do ano, na comparação com o quarto trimestre de 2021, abaixo das expectativas. Nos EUA, o destaque da semana foi a criação de 390 novos postos de trabalho, acima do esperado pelo mercado

Foto do Autor

Itaú Private Bank

• 4 minutos de leitura

Crédito: Itaú Private Bank

O Produto Interno Bruto (PIB) do país avançou 1% no primeiro trimestre do ano, na comparação com o quarto trimestre de 2021, mas o resultado ficou abaixo das expectativas. Nos EUA, o destaque foi o Payroll, que apontou para a criação de 390 novos postos de trabalho, acima do esperado pelo mercado.

Essas são duas notícias que fazem parte do nosso relatório Economia e Mercados. Veja, abaixo, a seleção completa dos principais fatos que marcaram a semana.

PIB do Brasil cresce 1% no primeiro trimestre do ano

O PIB do Brasil avançou 1% no primeiro trimestre do ano, na comparação com o quarto trimestre de 2021. Frente ao mesmo trimestre de 2021, o crescimento foi de 1,7%. Os resultados ficaram abaixo das expectativas do mercado (de 1,2% tri/tri e 2,1% a/a).

Clique aqui para ler a notícia completa.

Produção industrial do Brasil cresce 0,1%

A Pesquisa Industrial Mensal (PIM) de abril apontou um crescimento de 0,1% frente a março, em linha com as expectativas do mercado. Foi o terceiro resultado positivo consecutivo do indicador, que acumula no período uma expansão de 1,4%.

Clique aqui para ler a notícia completa.

EUA criam 390 mil vagas de emprego em maio

O Payroll indicou a criação de 390 mil vagas de trabalho em maio, acima das expectativas do mercado (318 mil). Também houve revisão da leitura de abril, que foi de 428 mil para 436 mil vagas. A taxa de desemprego permaneceu estável, em 3,6%.

Clique aqui para ler a notícia completa.

Setor manufatureiro avança nos EUA; serviços recuam

O índice do Instituto de Gerência de Oferta (ISM, na sigla em inglês) de atividade manufatureira avançou de 55,4 para 56,1 em maio, acima das expectativas do mercado (54,5). Já o ISM de serviços recuou de 57,1 para 55,9 pontos, abaixo das projeções (56,5).

Clique aqui para ler a notícia completa.

PMI industrial da China avança de 46 para 48,1

O Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) industrial da China avançou de 46 para 48,1 em maio. Apesar de resultados abaixo de 50 indicarem contração da atividade, a aceleração reflete a redução gradual das restrições para conter a Covid-19 no país.

Clique aqui para ler a notícia completa.

CPI da zona do euro atinge 8,1% em maio

O Índice de Preços ao Consumidor (CPI, na sigla em inglês) da zona do euro renovou seu recorde em maio, ao subir de 7,5% para 8,1% na comparação anual. Já o núcleo do CPI, que exclui itens mais voláteis, como energia e alimentos, acelerou de 3,5% para 3,8%.

Clique aqui para ler a notícia completa.

UE impõe embargo ao petróleo russo

Na semana em que a guerra na Ucrânia completou 100 dias, os estados-membros da União Europeia chegaram a um acordo para banir o petróleo russo por via marítima para o bloco. O embargo pode cobrir mais de dois terços das importações.

Clique aqui para ler a notícia completa.