Itaú Blog

Eles são “os CARAS”: Roger Federer e Warren Buffett

TenisVesting: inestimáveis os ensinamentos que esses dois gênios deixam para todos os apaixonados pelo tênis e pelos mercados

Foto do Autor

Andrea Masagão Moufarrege, Team Leader - Investment Funds Specialists

• 5 minutos de leitura

Crédito: Getty Images

Quem é o CARA no tênis e quem é o CARA nos investimentos? Para mim, essas respostas são fáceis: Roger Federer e Warren Buffett

Mais do que os resultados atingidos por esses dois gênios, o que facilita muito a minha escolha é o que eles representam e os ensinamentos que deixam para todos os apaixonados pelo tênis e pelos mercados. Para mim, representam o ideal a ser atingido, quase a perfeição

Warren Buffett tem 92 anos e acumulou patrimônio de mais de US$ 100 bilhões em uma carreira que iniciou muito jovem aplicando uma técnica chamada Value Investing, desenvolvida por Benjamin Graham. Buffett investe apenas em empresas negociadas abaixo de seu valor intrínseco (real) e descobre qual é esse valor por meio de análise profunda de balanços e acompanhamento minucioso da qualidade de gestão de empresas. Fez fortuna se interessando por ações quando ninguém se interessava, tendo medo quando todos estavam gananciosos e sendo ganancioso quando todos tinham medo.  

Ao longo do tempo, o patrimônio de sua companhia de investimentos, Berkshire Hathaway, cresceu tanto que não era mais possível investir nas “pechinchas” que tanto gostava. Adaptou-se e incorporou a filosofia de investimento conhecida como Buy and Hold. Passou a investir em empresas com modelos de negócios vencedores no longo prazo e com vantagem competitiva suficiente para suportarem ciclos ruins de mercado. Empresa como a Disney, Coca-Cola, Walmart, Johnson&Johnson e Procter and Gamble foram alocações importantes na sua carteira, que tem hoje uma das maiores exposições em Apple.  

Em 2008, quando o mercado colapsou, ele comprou ações da Goldman Sachs e GE em operações que não apenas geraram lucros bilionários, mas também ajudaram o mercado a superar uma das crises mais sérias da história. O mercado literalmente para pra ouvir suas falas, ler suas cartas e entender seus movimentos. Apesar de todo patrimônio acumulado, é um CARA de hábitos simples e declarou que vai doar 99% do seu patrimônio quando falecer. 

Roger Federer tem 41 anos, 20 Grand Slams, mais de 100 títulos e 1200 vitórias no circuito profissional, obtidas em uma das mais longevas carreiras no esporte. É bem provável que esses números sejam ultrapassados pela nova geração, mas acho muito difícil que algum jogador consiga aliar a qualidade técnica, exuberância física, plasticidade, disciplina, postura exemplar, finesse e força mental que esse CARA acumula. De todos os golpes perfeitos do Federer, o que mais me encanta é o back hand  com uma mão.

Em 2016, já detentor de 17 Grand Slams, teve ainda a humildade de aceitar as sugestões de seu novo técnico, Ivan Ljubicice, e incluiu mudanças técnicas no golpe. Criou uma fase de vitórias que durou até 2019, incluindo Wimbledon em 2017 e o Australian Open em 2017 e 2018, ano em que completou 38 anos de idade. Federer é reconhecido fora das quadras como uma excelente pessoa e é extremamente respeitado e admirado pelos seus adversários. Em 2003, criou a Fundação Federer, uma organização filantrópica que ajuda crianças carentes por meio do acesso à educação e ao esporte com impacto destacado na África, especialmente na África do Sul, terra natal de sua mãe. 

Muitos dizem que quem trabalha no mercado financeiro enfrenta um dos mais ferozes ambientes de trabalho. Quando comparo à trajetória do Buffett e do Federer, concluo que o tênis é um ambiente ainda mais duro se pensarmos em longevidade de performance

Minhas lágrimas na Laver Cup de 2022 acompanharam as do meu ídolo e seus companheiros de quadra, antecipando as saudades que vou sentir de torcer por ele. 

Nos investimentos, o tempo joga a favor do bom investidor. Buffett acumulou a maior parte de seu patrimônio depois dos 50 anos, se beneficiando incrivelmente da mágica que os juros compostos oferecem aos investidores pacientes

Já no jogo contra o tenista o tempo é implacável. Ganha sempre. 

Play! 

Dicas: 

📈 The Essays of Warren Buffet: Lessons for Corporate America 

🎾 Roger Federer, The Biografy