Itaú Blog

Focus: estimativas para inflação estáveis para 2024, 2025 e 2026

No Radar do Mercado: o Relatório Focus divulgado hoje pelo Banco Central apontou expectativas inalteradas para inflação de 2024, 2025 e 2026; o PMI da Caixin/S&P Global apontou uma queda na atividade industrial chinesa

Foto do Autor

Itaú Private Bank

• 3 minutos de leitura

Crédito: Getty Images

O Banco Central divulgou hoje a edição semanal do Relatório Focus. A pesquisa com os participantes do mercado apontou alta nas expectativas de inflação para 2023, enquanto para 2024, 2025 e 2026 as expectativas permaneceram estáveis.

Se comparada à semana anterior, a mediana das estimativas para o IPCA de 2023 subiu de 5,93% para 5,96%. A meta central é de 3,25%, com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo.

A projeção também se manteve para 2024 (4,13%), 2025 (4%) e 2026 (4%).

Na política monetária, as medianas das estimativas para a taxa Selic seguiram estáveis para 2023 em 12,75%, para 2024 em 10% e para 2025 em 9%. Para 2026, houve queda, de 9% para 8,75%.

Com relação à atividade econômica, a mediana para o Produto Interno Bruto (PIB) de 2024 subiu de 1,40% para 1,48%. Para 2025 subiu de 1,71% para 1,80% e para 2025 avançou de 1,78% para 1,80%. Já para 2023, permaneceu inalterada em 0,90%.

Por fim, no câmbio, as projeções não tiveram alterações para 2023 (R$/US$ 5,25), 2024 (R$/US$ 5,30), 2025 (R$/US$ 5,30) e 2026 (R$/US$ 5,40).

PMI industrial da China recua em março

O índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) industrial da China divulgado ontem pela Caixin/S&P Global recuou em março, de 51,6 para 50. O resultado veio abaixo das expectativas do mercado (51,4). Vale lembrar que resultados abaixo de 50 indicam uma contração da atividade.

Os componentes de produção e de demanda apresentaram retração, com a queda na produção e de novos pedidos, ambos para 50,6 – com queda mais acentuada nos pedidos de exportação, para 49,0.

Quando comparada à leitura de PMI divulgada pela NBS, a queda foi mais acentuada no indicador divulgado pela Caixin, que é mais focado em empresas menores voltadas à exportação, sugerindo que as exportações devem ser mais fracas adiante.

💬 O que achou deste conteúdo?