Itaú Blog

IGP-DI desacelera em fevereiro

No Radar do Mercado: IGP-DI registrou alta de 0,04% em fevereiro e 1,53% em 12 meses; exportações chinesas continuam em queda, mas saldo da balança é positivo

Foto do Autor

Itaú Private Bank

• 3 minutos de leitura

Crédito: Getty Images

O Índice Geral de Preços - Disponibilidade Interna (IGP-DI) teve uma alta mensal de 0,04% em fevereiro, um pouco acima das expectativas do mercado (0,01%). O indicador acumula alta de 1,53% nos últimos 12 meses, abaixo dos 3,01% observados no período anterior.

O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) registrou deflação de 0,04% no mês, puxado por queda nos preços industriais no atacado, com destaque para influência negativa do diesel, enquanto os preços agrícolas registraram alta no período.

Sobre os demais componentes do IGP-DI, o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) desacelerou em fevereiro para 0,34% e o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC-DI) variou 0,05%.

O resultado de hoje indica poucas pressões vindas do atacado para a inflação ao consumidor nos próximos meses.

Dados de exportação na China continuam em território negativo

Segundo dados comerciais divulgados pela alfândega da China ontem à noite, as exportações e importações do país continuaram caindo nos primeiros dois meses do ano.

As exportações caíram 6,8% no primeiro bimestre na comparação com o mesmo período do ano passado, para US$ 506,3 bilhões. O resultado apresentou melhora em relação à queda de 10,1% em dezembro.

Por outro lado, as importações surpreenderam negativamente ao recuar 10,2%, acentuando a retração de 7,3% em dezembro.

Com isso, o superávit da balança comercial em janeiro e fevereiro subiu 0,8% em termos anuais, para US$ 116,9 bilhões, ante US$ 78 bilhões em dezembro.

O que achou deste conteúdo? 💬