Itaú Blog

Indicador de atividade industrial recua na China

No Radar do Mercado: o PMI da Caixin/Markit apontou uma queda na atividade industrial chinesa, movimento semelhante ao mensurado pelo governo na semana passada

Foto do Autor

Itaú Private Bank

• 2 minutos de leitura

Crédito: Getty Images

O índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) industrial da China divulgado ontem pela Caixin/Markit recuou em dezembro, de 49,4 para 49, praticamente em linha com as expectativas do mercado. Vale lembrar que resultados abaixo de 50 indicam uma contração da atividade.

A leitura aponta para um movimento semelhante ao PMI divulgado na semana passada pela Agência Nacional de Estatísticas (NBS, na sigla em inglês), que também apontou queda, porém mais acentuada, de 1 ponto, para 47, refletindo o impacto da alta de casos de Covid-19 no país.

Ao analisar a composição do indicador da NBS, houve queda significativa na atividade produtiva e um enfraquecimento das condições da demanda, com queda no componente de produção e de novas encomendas. Outro destaque foi o impacto nas cadeias de suprimentos, com o aumento significativo no tempo de entrega dos fornecedores.

O PMI da Caixin/Markit também apontou uma demanda mais fraca com a queda de novas encomendas. Por outro lado, divergiu da leitura da NBS ao mostrar alta na produção e queda no tempo de entrega, movimento que pode ser explicado pela diferença em tamanho de amostra e concentração de setores no cálculo dos indicadores. A leitura positiva é que ambas apontaram uma melhora nas expectativas para os próximos meses.

O que achou deste conteúdo?