Itaú Blog

Índice de Atividade Econômica (IBC-Br) e melhora na projeção do PIB

No Radar do Mercado: o Banco Central divulgou o IBC-Br de julho, que subiu 0,44% na comparação mensal. Ministério da Fazenda revisa projeção de crescimento do PIB de 2023

Foto do Autor

Itaú Private Bank

• 2 minutos de leitura

Créditos: Getty Images

IBC-Br avança 0,44% em julho

O Banco Central divulgou hoje o Índice de Atividade Econômica (IBC-Br) de julho, que aumentou 0,44% na comparação mensal, ligeiramente acima da expectativa do mercado. Na comparação com igual período de 2022, a alta foi de 0,66%. Vale lembrar que em julho, os dados divulgados pelo IBGE foram mistos. Por um lado, a produção industrial (-0,6%) e as vendas no varejo ampliado (-0,3%) recuaram, enquanto a receita do setor de serviços (+0,5%) avançou na comparação mensal. Na margem, o setor agrícola deve ter recuado, após forte crescimento no início do ano.

Ministério da Fazenda revisa projeção de crescimento do PIB de 2023

A Secretaria de Política Econômica do Ministério da Fazenda (SPE) revisou para cima sua estimativa para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro em 2023 para 3,2%, acima da estimativa anterior de 2,5% e do consenso de mercado de 2,9% segundo a pesquisa Focus. De acordo com o Ministério da Fazenda, a melhora se deveu principalmente à surpresa positiva no PIB do 2T23, que cresceu 0,9% t/t. Já a projeção para 2024 manteve-se inalterada em 2,3%, também acima da expectativa do mercado de 1,5%.

Além disso, a projeção do governo para o IPCA permaneceu em 4,85% para 2023, próximo à estimativa do mercado de 4,86%, enquanto subiu para 3,40% para 2024, vindo de 3,30% anteriormente e abaixo das expectativas de mercado (3,86%). 

💬 O que achou deste conteúdo?