Itaú Blog

Never Bet Against

TenisVesting: conheça os campeões em resiliência de performance nas quadras e no mercado

Foto do Autor

Andrea Masagão Moufarrege, Team Leader - Investment Funds Specialists

• 4 minutos de leitura

Crédito: iStock/Getty Images

📈 Em fevereiro de 2021, em sua carta anual aos acionistas da Berkshire Hathaway, Warren Buffet usou o termo:

“Never Bet Against America”

Seu objetivo era sinalizar sua convicção sobre a capacidade da economia americana recuperar-se após a pandemia, especialmente por conta de sua capacidade de inovação em períodos de recursos limitados. Depois de decrescer -2,77% em 2020, o PIB americano cresceu 5,95% em 2021 e 2,06% em 2022.

📈 Para defender sua tese de investimento, uma gestora brasileira adaptou a frase no slogan:

“Never Bet Against IMA-B 5”

Post Instagram no Perfil Faria Lima Elevator em 02/09/23

Chamou a atenção de todos na maior feira de investimentos do Brasil em 2023.

📈 Mas o que é esse investimento IMA-B 5?

O IMA-B 5 é um índice composto de títulos públicos federais indexados ao IPCA, as famosas NTN-Bs, com vencimento em até 5 anos. Ou seja, atualmente o título mais longo deste índice vence em agosto de 2028. A instituição responsável pelo cálculo e divulgação do índice é a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima). É possível investir no IMA-B 5 por meio de ETFs, como o B5P211 ou outros fundos indexados que replicam o índice.

A Anbima também calcula outros índices IPCA+, como o IMA-B, que tem como composição todos os títulos IPCA+ no mercado e o IMA-B 5+, que considera apenas títulos com vencimento acima de cinco anos. As carteiras podem ser conferidas aqui.

📈 O IMAB 5+ performou bem historicamente mesmo? Tem muito risco?

Para responder essas perguntas pedi para o Rubens Sanghikian, economista, associate da área de Global Private Investment Specialists do Itaú Private e craque de programação em Python, analisar os dados. Optamos por usar a métrica do Índice de Sharpe, que foi desenvolvido por William Sharpe na década de 1960 e é amplamente usado no mercado para medir retornos ajustados pelo risco.

Por essa métrica, em 11 dos últimos 15 anos, Sharpe do IMA-B 5 esteve mais vezes entre os três melhores em uma amostra de oito índices, mostrando-se bastante resiliente ao longo dos anos.

Legenda: IMA-B 5: índice de títulos públicos indexados à inflação com vencimento em até 5 anos (NTN-B), IMA-B: índice de títulos públicos indexados à inflação (NTN-B), IMA-B5+: índice de títulos públicos indexados à inflação com vencimento acima de 5 anos (NTN-B), IRF-M: índice de títulos públicos pré-fixados (LTN e NTN-F), IHFA: índice de fundos multimercados, IBOVESPA: índice das ações mais negociadas na B3, SMLL: índice de ações small caps

Os fatores que fazem o IMA-B 5 ter uma performance tão consistente estão ligados ao fato dos Títulos IPCA+ terem uma característica bastante interessante. Eles possuem um componente pós-fixados (IPCA) e um prefixado (a taxa contratada além do IPCA). Em geral, quando a inflação sobe, o componente IPCA+ oferece a proteção contra o aumento de preços, porém, caso o Banco Central reaja subindo os juros de maneira expressiva, o componente prefixado pode detrair performance. O oposto também é verdade. Um IPCA mais baixo diminui o ganho na parcela indexada à inflação, no entanto, dando espaço para cortes no juro, geralmente beneficiando o componente prefixado. Assim, o IMAB-5 vai bem em vários cenários.

🎾 Se eu fosse usar a mesma frase no mundo do tênis ela seria assim:

“Never Bet Against Novak Djokovic”

Esse sérvio nascido em Belgrado na Iugoslávia em 1987 é o atual número 1 do mundo e recordista de semanas no topo do ranking, tendo finalizado como primeiro em 7 anos, recordista em títulos de simples em Grand Slams com 24 conquistas, recordista em títulos de torneios Master 1000 com 39 conquistas e o primeiro tenista da história a passar a marca de US$ 100 milhões em faturamento por performance em quadra.

Para tentar estimar a consistência do Djoko como líder do ranking, colocamos os mesmos códigos em Python para funcionar, mas agora usando dados de liderança no ranking da ATP nos últimos 15 anos.

Crédito: Itaú Private Bank

Tentar entender por que o Djoko atingiu e continua atingindo tantos resultados espetaculares exige vários olhares. Ele é um jogador extremamente versátil, reconhecido por adaptar-se bem a qualquer circunstância de jogo em qualquer tipo de quadra. Sua devolução de saque é uma das melhores da história do jogo de tênis e coloca enorme pressão sobre os adversários. Sua agilidade, elasticidade, velocidade e capacidade de antecipação possibilitam a defesa de qualquer tipo de ataque. Sua força mental permite manter o foco e virar situações em jogos extremamente difíceis que, combinada com sua força física, o tornam um adversário implacável. Como se tudo isso fosse pouco, ele ainda tem um backhand poderosíssimo, joga bem na rede, é extremamente consistente e joga de forma taticamente muito inteligente.

🎾 Se ele é o GOAT eu não sei, mas não me atrevo a apostar contra.

🎾📈 Se houvesse um ativo com ticker NOLE11, que replicasse sua performance, eu certamente seria compradora.

🎾📈 Porém, como retornos históricos não são garantia de performance futura nem nos mercados nem no tênis, vamos ficar de olho no Carlos Alcaraz.

Dicas:

🎾 Djokovic´s Insane Comeback Against Federer, 2011 US Open Semi Final

📈 Betting against beta, Andrea Frazzini and Lasse Heje Pedersen

💬 O que achou deste conteúdo?

Deixe seu comentário aqui e ajude a construir um TenisVesting cada vez melhor!