Itaú Blog

No radar do mercado: PIB na zona do euro cresce 0,6% no 1º trimestre

O PIB na zona do euro registrou uma variação de 0,6% no primeiro trimestre de 2022, na comparação com o quarto trimestre de 2021, quando o crescimento foi de 0,3%

Foto do Autor

Itaú Private Bank

• 2 minutos de leitura

Crédito: Getty Images

O Produto Interno Bruto (PIB) na zona do euro registrou uma variação de 0,6% no primeiro trimestre de 2022, na comparação com o quarto trimestre de 2021, quando apresentou crescimento de 0,3%.

A leitura final do indicador, divulgada nesta quarta-feira pela agência de estatísticas Eurostat, apontou para uma revisão positiva do PIB do bloco entre janeiro e março, já que anteriormente a leitura indicava um crescimento de 0,3% t/t no período.

A principal contribuição positiva para o PIB veio da formação bruta de capital fixo (0,63 ponto percentual), seguida por exportações líquidas

(0,41 p.p.), enquanto a demanda doméstica apresentou um recuo, pesando negativamente no indicador (-0,42 p.p.).

Na comparação com o mesmo período do ano anterior, a economia da zona do euro avançou 5,4% entre janeiro e março. O número também foi superior ao da leitura inicial, quando a estimativa era de uma expansão de 5,1%.

Apesar de os dados de atividade referentes ao mês de abril terem decepcionado as expectativas do mercado, os índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) de maio seguem apontando para um crescimento sólido da região no segundo trimestre do ano. Atualmente, as projeções do mercado giram em torno de 0,3% t/t.

Mercados (atualizado às 12h)

O Ibovespa opera em queda na manhã de hoje, acompanhando o movimento de aversão ao risco no mercado internacional. No cenário local, o risco fiscal diante da proposta do governo para reduzir o preço dos combustíveis segue no radar dos investidores.

O dólar opera perto da estabilidade, sendo negociado a 4,87 frente ao real. Na renda fixa, os juros futuros acompanham o movimento do câmbio e também operam próximos da estabilidade ao longo da curva.