No radar do mercado: produção industrial na zona do euro cai em março

A produção industrial na zona do euro caiu 1,8% em março, ante o mês anterior, próximo às projeções (-2%)

Por Itaú Private Bank

2 minutos de leitura
Imagem ilustrativa do artigo No radar do mercado: produção industrial na zona do euro cai em março
Crédito: Getty Images

A produção industrial na zona do euro caiu 1,8% em março, ante o mês anterior, próximo às projeções, que previam queda de 2%. Na comparação anual, houve recuo de 0,8% frente à expectativa de -1,0%. A leitura de fevereiro foi revisada para ganho mensal de 0,5% e acréscimo anual de 1,7%.

A produção de bens de capital teve a maior perda no mês (-2,7%), seguida por bens de consumo não duráveis (-2,3%), bens intermediários (-2,0%) e energia (-1,7%). Os bens de consumo duráveis foram os únicos que registraram avanços em março, de 0,8%.

Volume de crédito tem forte queda na China

O banco central da China (PBoC, na sigla em inglês) divulgou hoje que os bancos do país reduziram a concessão de empréstimos em -0,40 ponto percentual em abril, para 10,2% ao ano. Foram liberados 645 bilhões de yuans (US$ 95,1 bilhões) em novos empréstimos. Já o financiamento social total caiu de 4,65 trilhões para 910,2 bilhões de yuans. Ambos os resultados foram mais fracos do que o esperado.

Segundo o PBoC, o resultado é um reflexo da nova onda de Covid-19 na China, que causa déficits de oferta e aumenta os custos das matérias-primas. Portanto, é esperada uma normalização após o choque causado pelo vírus.