Itaú Blog

No radar do mercado: produção industrial recua em junho

A Pesquisa Industrial Mensal (PIM) de junho apontou um recuo mensal de 0,4%, interrompendo quatro meses consecutivos de expansão

Foto do Autor

Itaú Private Bank

• 2 minutos de leitura

Crédito: Getty Images

A Pesquisa Industrial Mensal (PIM) de junho apontou um recuo de 0,4% do setor frente a maio, interrompendo quatro meses consecutivos de expansão (período em que acumulou crescimento de 1,8%). O resultado veio ligeiramente abaixo das expectativas do mercado (-0,3%).

Em relação ao mês de junho de 2021, a indústria recuou 0,5%. No primeiro semestre deste ano, o setor acumula queda de 2,2%. Já em 12 meses, a retração é de 2,8%. Além disso, a indústria está 1,5% abaixo do patamar pré-pandemia.

Em junho, três das quatro grandes categorias econômicas retraíram. A taxa negativa mais acentuada veio de bens de capital, enquanto o segmento de bens de consumo duráveis foi o único a crescer devido ao aumento da produção de automóveis.

Entre as atividades industriais pesquisadas, 15 das 26 recuaram. A principal influência negativa foi assinalada por produtos farmoquímicos e farmacêuticos. Por outro lado, indústrias extrativas e veículos automotores, reboques e carrocerias exerceram os principais impactos positivos.

Com o resultado de hoje, a produção industrial expandiu 0,9% tri/tri no segundo trimestre (2T22). Nosso tracker (estimativa de alta frequência) para o PIB do 2T22 permanece em 1,2% tri/tri.