Itaú Blog

PIB do Brasil cresce 1,2% no segundo trimestre de 2022

No radar do mercado: o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil avançou 1,2% no segundo trimestre, comparado com o trimestre anterior, acima das expectativas do mercado

Foto do Autor

Itaú Private Bank

• 2 minutos de leitura

Crédito: Getty Images

O Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil avançou 1,2% no segundo trimestre, comparado com o trimestre anterior, acima das expectativas do mercado (0,9%). Frente ao mesmo trimestre de 2021, o crescimento foi de 3,2%. No ano, o PIB acumula alta de 2,5%.

Pela ótica da oferta, o maior crescimento foi da Indústria (2,2%), seguido por Serviços (1,3%). A Agropecuária, por sua vez, avançou 0,5%.

Pelo lado da despesa, o crescimento foi impulsionado pelo Consumo das Famílias e pela Formação Bruta de Capital Fixo. Já a despesa de Consumo do Governo caiu. No setor externo, as Exportações de Bens e Serviços recuaram, enquanto as Importações de Bens e Serviços cresceram no período.

Nossos indicadores diários apontam para uma desaceleração da atividade em julho e agosto. Até o momento, não vemos efeito significativo do aumento de pagamentos e beneficiários do Auxílio Brasil.

Acreditamos que a economia mostrará desaceleração do crescimento no segundo semestre do ano, mas as medidas de transferência de renda devem contribuir positivamente para sustentar o consumo nos próximos meses. Por outro lado, os efeitos da política monetária contracionista e a desaceleração da atividade global devem contribuir negativamente. O resultado de hoje coloca um risco de alta para a nossa projeção do PIB de 2022, atualmente em 2,2%.