PMI da zona do euro desacelera em maio, mas segue indicando expansão da atividade

No Radar do Mercado: o PMI da zona do euro desacelerou em maio, mas seguiu indicando crescimento sólido no segundo trimestre. Já nos EUA, o PMI composto acelerou liderado pelo setor de serviços

Por Itaú Private Bank

3 minutos de leitura
Imagem ilustrativa do artigo PMI da zona do euro desacelera em maio, mas segue indicando expansão da atividade
Crédito: iStock/Getty Images

O índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) composto da zona do euro desacelerou em maio, atingindo 53,3 pontos, ligeiramente abaixo da projeção do mercado. A queda foi liderada pelo setor manufatureiro, que apresentou o menor índice em três anos (44,6). O setor de serviços também recuou, mas de forma menos acentuada do que as expectativas, atingindo 55,9 pontos. Vale lembrar que leituras acima de 50 pontos sinalizam expansão da atividade no setor.

Os componentes de emprego se mantiveram sólidos, indicando estabilidade no mercado de trabalho. Conforme esperado, preços de insumos e produtos finais continuaram a recuar, refletindo menor pressão inflacionária na margem.

Na análise por país, destaca-se a fraqueza no setor manufatureiro da Alemanha, que recuou para 42,9 pontos. A França, por outro lado, apresentou recuperação em maio, impulsionada, em parte, pelo impacto das greves no mês passado.

Apesar da queda, o PMI composto da Zona do Euro segue acima dos 50 pontos e aponta para crescimento sólido no segundo trimestre. À frente, é esperada adicional desaceleração gradual no componente de serviços, enquanto o setor manufatureiro deve seguir como o destaque negativo.

Já nos EUA, o PMI composto avançou 1,1 ponto, para 54,5, em leitura superior à expectativa do mercado, que projetava recuo do indicador.

O componente relacionado ao setor manufatureiro recuou para território contracionista, atingindo 48,5 como reflexo do enfraquecimento da demanda e redução nos estoques. Já o componente de serviços acelerou de 53,6 para 55,1, enquanto o mercado projetava recuo no indicador.

A leitura de hoje aproxima o PMI do movimento observado nas últimas leitura dos ISMs, com um setor manufatureiro enfrentando obstáculos enquanto o setor de serviços apresenta atividade mais robusta.

💬 O que achou deste conteúdo?