Itaú Blog

Produção industrial brasileira recua em abril; nos EUA, payroll supera expectativas

No Radar do Mercado: após forte avanço em março, produção industrial brasileira registra queda em abril; payroll dos EUA mostra emprego forte

Foto do Autor

Itaú Private Bank

• 2 minutos de leitura

Créditos: Getty Images

Segundo dados divulgados nesta manhã pelo Departamento do Trabalho dos EUA, o relatório de folha de pagamentos dos Estados Unidos, Payroll, indicou a criação de 339 mil vagas de trabalho em maio. O valor veio acima das expectativas do mercado (195 mil) e do ritmo apresentado no mês anterior (294 mil).

A taxa de desemprego, por outro lado, avançou de 3,4% para 3,7%, enquanto a taxa de participação se manteve estável em 62,6%. Segundo os dados da Pesquisa Domiciliar, o número de desempregados aumentou em 440 mil em maio, o maior avanço mensal desde o período da pandemia. Os ganhos salariais por hora trabalhada subiram 0,3%, em linha com as expectativas. Nos últimos 12 meses, o crescimento desacelerou de 4,4% para 4,3%.

Em linhas gerais, os dados do mercado de trabalho apresentaram sinais mistos. O Payroll seguiu indicando um mercado de trabalho apertado, dificultando o cenário de pausa no ciclo de alta dos juros pelo Fed. A Pesquisa Domiciliar, por outro lado, apontou enfraquecimento na margem, em linha com uma pausa. A reação inicial do mercado sugere aumento das apostas por uma alta na próxima reunião, em junho.

💬 O que achou deste conteúdo?