Itaú Blog

Setor de serviços cresce mais do que o esperado em dezembro

No Radar do Mercado: segundo dados divulgados hoje pelo IBGE, o volume de serviços brasileiro voltou a crescer, após recuar nos dois meses anteriores

Foto do Autor

Itaú Private Bank

• 2 minutos de leitura

Crédito: Getty Images

O volume de serviços do Brasil apresentou um crescimento mensal de 3,1% em dezembro, após recuar nos dois meses anteriores, segundo dados da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) divulgada nesta sexta-feira pelo IBGE. O resultado veio acima das expectativas do mercado (1,3%).

Com isso, o setor ficou 14,4% acima do nível de fevereiro de 2020 e alcançou patamar recorde na série histórica, iniciada em 2011. Em 2022, a alta acumulada foi de 8,3%.

Em dezembro, quatro das cinco atividades investigadas registraram alta no mês, com destaque para transportes, que acumula o segundo resultado positivo consecutivo, e outros serviços, grupo que teve a maior alta.

Os serviços prestados às famílias voltaram a avançar e eliminaram as perdas acumuladas entre outubro e novembro. No campo negativo, serviços de informação e comunicação caíram pelo segundo mês seguido.

Apesar do resultado acima do esperado em dezembro, o setor de serviços apresentou uma desaceleração significativa no 4T22. Esperamos a continuidade desse movimento ao longo de 2023, em meio à menor renda disponível e ao maior impacto da política monetária contracionista na atividade econômica.

Com a leitura de hoje, nosso tracking (estimativa de alta frequência) do PIB do 4T22 segue em -0,1% t/t e foi para 2,1% a/a.

O que achou deste conteúdo? 💬