Itaú Blog

Surfando a curva de juros em busca de mais retorno

A estratégia conhecida como “Roll Down the Yield Curve” funciona como uma ajuda para investidores obterem taxas mais altas de juros, sem piorar qualidade de crédito ou usar alavancagem

Marcelo Aagesen, Head of Global Markets and Strategy

• 2 minutos de leitura

Crédito: Getty Images

Montar um portfólio de investimentos é sempre um exercício interessante. Uma maneira relativamente comum é usar ferramentas estatísticas e classes de ativos para otimizar retornos esperados para um dado nível de risco. No entanto, conforme evoluímos no debate, na sofisticação dos modelos e no universo de produtos, essa tarefa pode se tornar bastante complexa.

Existem muitas formas de melhorar resultados e aproveitar oportunidades de investimentos. Mudanças táticas debatidas pelo nosso Comitê de Investimentos mensalmente são um ótimo exemplo. Porém, existem maneiras de imprimir nossas visões de mercado em subcategorias das classes de ativos.

Dentro desse contexto e com o ano de 2022 trazendo algumas oportunidades no mercado de renda fixa, uma estratégia de curva de juros conhecida como “Roll Down the Yield Curve” torna-se bastante útil, principalmente em ambientes onde a curva está mais inclinada, pois funciona como uma ajuda para investidores obterem taxas mais altas de juros, sem piorar qualidade de crédito ou usar alavancagem.

Clique aqui para continuar a leitura do artigo.