Itaú Blog

The Weekly Globe: o que aconteceu na última semana

Na semana em que a Guerra na Urânica completou 100 dias, a União Europeia chegou a um acordo para banir o petróleo russo por via marítima para o bloco

Foto do Autor

Itaú Private Bank

• 4 minutos de leitura

Crédito: Getty Images

Na semana em que a Guerra na Urânica completou 100 dias, a União Europeia chegou a um acordo para banir o petróleo russo por via marítima para o bloco. A exceção temporária seria o transporte por oleodutos para garantir tempo aos países que precisam diminuir a sua dependência dos russos. O embargo pode cobrir mais de dois terços das importações, e a expectativa é que cerca de 90% delas sejam cortadas até o fim do ano.

Ainda na zona do euro, o Índice de Preços ao Consumidor (CPI, na sigla em inglês) renovou seu recorde em maio, ao subir de 7,5% para 8,1% a/a. Já o núcleo do CPI, que exclui itens mais voláteis, como energia e alimentos, subiu de 3,5% para 3,8%. Ambos os indicadores ficaram acima das expectativas e mantêm as pressões para que o Banco Central Europeu (BCE) comece a elevar os juros.

Nos Estados Unidos, o Payroll indicou a criação de 390 mil vagas de trabalho em maio, acima das expectativas do mercado (318 mil). A taxa de desemprego permaneceu em 3,6%, ligeiramente acima do consenso (3,5%). Por outro lado, houve um leve aumento na taxa de participação, de 62,2% para 62,3%. Os ganhos salariais por hora trabalhada avançaram 0,3% m/m, ante expectativa de 0,4%. Nos últimos 12 meses, houve alta de 5,2%, desacelerando frente aos 5,5% de abril, em linha com as projeções.

O índice do Instituto de Gerência de Oferta (ISM, na sigla em inglês) de atividade manufatureira avançou de 55,4 para 56,1 em maio, acima das expectativas (54,5). Já o ISM de serviços recuou de 57,1 para 55,9 pontos, abaixo das projeções (56,5).

No Brasil, o PIB avançou 1% no primeiro trimestre, na comparação com o quarto trimestre de 2021, e 1,7% frente ao mesmo trimestre de 2021 (ambos abaixo das expectativas de 1,2% t/t e 2,1% a/a). Já a produção industrial de abril cresceu 0,1% m/m, em linha com o esperado. Foi o terceiro resultado positivo consecutivo do indicador, que acumula no período expansão de 1,4%. Esperamos que o PIB para o segundo trimestre seja de 0,8% t/t. Revisamos nossa projeção de crescimento para 2022, de 1,0% para 1,6%, mas esperamos um enfraquecimento da atividade no segundo semestre e mantivemos uma projeção de crescimento modesto para 2023 (+0,2%).

Diante de uma economia forte nos EUA e temores de que o Fed leve os juros para níveis mais restritivos, o S&P fechou a semana em baixa de 1,2% e a Treasury americana de 10 anos subiu 20 pontos-base. O dólar teve uma semana de valorização, com o DXY variando 0,5%. As bolsas europeias caíram 0,8% e o Ibovespa recuou 0,7%. Já as bolsas emergentes subiram 1,7%.

Clique aqui para ler o nosso relatório completo.