Itaú Blog

Um olhar sobre os spreads de títulos de mercados emergentes

The Weekly Globe: analisamos os spreads de títulos de mercados emergentes e chegamos a algumas conclusões interessantes. Entenda

Marcelo Menusso, Chief Credit Strategist

• 2 minutos de leitura

Crédito: Getty Images

O spread é uma das principais métricas no mundo da renda fixa: quanto maior o risco, maior o retorno exigido pelos investidores e, consequentemente, maior o spread. Mas quais conclusões podemos tirar desse parâmetro no atual momento dos mercados emergentes (EM)?

Vários motivos podem causar um aumento nos spreads, entre eles, fatores macroeconômicos. Neste ano, o dólar mais alto e as incertezas nos principais mercados (como a China) elevam a pressão sobre os spreads nos EM. No artigo desta semana, Marcelo Menusso, nosso Chief Credit Strategist, avalia mais de perto estas métricas para chegar a algumas conclusões.

Clique aqui para ler o artigo na íntegra.

*Os textos do relatório The Weekly Globe expressam as opiniões dos autores, não necessariamente do Comitê de Investimentos