Itaú Blog

Vendas no varejo dos EUA crescem em agosto, enquanto produção industrial recua

No Radar do Mercado: as vendas no varejo americano aceleraram na comparação com julho; já a produção industrial desacelerou em agosto

Foto do Autor

Itaú Private Bank

• 2 minutos de leitura

Crédito: Getty Images

As vendas no varejo dos EUA subiram 0,3% em agosto, acelerando na comparação com a leitura de julho, que foi revisada para baixo, para -0,4%. Com oito das 13 categorias de varejo avançando no mês, o resultado veio acima das expectativas do mercado (-0,1%). Porém, de maneira geral, houve revisões para baixo dos números de julho, e as leituras dos núcleos de agosto sugerem uma leve perda de força na economia americana na margem.

O grupo de controle, que tem maior relação com o componente de consumo do PIB americano, desacelerou de 0,4% (número revisado para baixo) para 0%, enquanto a expectativa era de alta. Ao excluir automóveis, as vendas no setor também tiveram retração na comparação mensal. Já ao excluir automóveis e gás, houve alta das vendas, mas abaixo do esperado pelo mercado.

Produção industrial nos EUA recua em agosto

A produção industrial americana desacelerou de 0,5% em julho (número que foi revisado para baixo) para -0,2% em agosto. A leitura veio abaixo das expectativas do mercado (0%).

A utilização da capacidade da indústria recuou de 80,2% para 80,0%, também abaixo do esperado (80,2%). Já a produção manufatureira variou 0,1%, acima da expectativa do mercado (-0,1%), mas desacelerando na comparação com julho (0,6%).

Apesar da leitura abaixo do esperado, a expectativa era de que o forte resultado de julho não fosse sustentado, à medida que a tendência do setor vem enfraquecendo em meio ao aumento dos estoques e desaceleração da demanda doméstica.

O que achou deste conteúdo?