Itaú Blog

Ata do Copom: ritmo constante à frente, mas com nuances

No Radar do Mercado: ata da última reunião do Copom aponta manutenção do ritmo de corte, mas com nuances

Foto do Autor

Itaú Private Bank

• 2 minutos de leitura

Foi divulgada a ata da última reunião do Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom), trazendo detalhes do encontro que reduziu novamente a taxa Selic em 50 pontos-base, para 12,25%.  

De maneira geral, o documento indica, assim como o comunicado da semana passada, a disposição da autoridade monetária em manter o atual ritmo de flexibilização de 50 pontos-base nas próximas reuniões – ou seja, o que contemplaria, pelo menos, as de dezembro e janeiro.  

No entanto, a ata reforça diversos pontos mais duros no cenário prospectivo, como uma preocupação com expectativas de inflação desancoradas, perspectiva de uma desinflação mais lenta à frente, pressões sobre o câmbio vindas do ambiente externo, incerteza fiscal e um menor hiato do produto (ou seja, diminuição da capacidade ociosa na economia).  

Em seu cenário de referência, o Copom fez suas projeções com a taxa de câmbio em R$/US$5,00, que agora está ao redor R$/US$ 4,90. A mudança pode levar a uma projeção de inflação mais baixa na próxima reunião, o que tornará um pouco mais difícil para o comitê manter seu viés atual, relativamente duro. Esperamos que o comitê reduza a taxa Selic para 11,75% a.a. na reunião de dezembro, e para 9,50% a.a. em 2024. 

💬 O que achou deste conteúdo?

Revisamos nossos cenários local e global para novembro

No Radar do Mercado: divulgamos nossa revisão de cenário, tanto local quanto global; [...]

Política monetária global em foco

Economia e Mercados: semana foi marcada por decisões de política monetária em diverso [...]

Ata do Copom: ritmo constante à frente, mas com nuances

No Radar do Mercado: ata da última reunião do Copom aponta manutenção do ritmo de cor [...]