Itaú Blog

Medida de atividade do setor de serviços recua nos EUA

No Radar do Mercado: o ISM de serviços desacelerou nos EUA diante de um enfraquecimento de novas encomendas; na zona do euro, houve queda das vendas do varejo

Foto do Autor

Itaú Private Bank

• 2 minutos de leitura

Créditos: Getty Images

O índice do Instituto de Gerência de Oferta (ISM, em inglês) de serviços dos Estados Unidos caiu em setembro para 53,6 pontos, praticamente em linha com as expectativas do mercado. Vale lembrar que leituras acima de 50 indicam expansão do setor. 

A desaceleração do setor de serviços acontece à medida que as novas encomendas recuam para o menor nível de 2023, após uma forte aceleração nos últimos três meses, sugerindo o começo de um enfraquecimento na demanda dos consumidores por serviços. 

A desaceleração do ISM reflete os efeitos da política monetária contracionista do Federal Reserve (Fed, banco central americano), em um contexto de custos com financiamento mais elevados, inflação resiliente e ganhos salariais menores.  

O relatório também indicou um crescimento mais moderado nas contratações do setor. O Payroll, que será divulgado na sexta-feira, fornecerá informações mais significativas sobre os rumos do mercado de trabalho americano. 

Vendas no varejo caem na zona do euro em agosto

As vendas no varejo da zona do euro caíram 1,2% em agosto na comparação mensal, intensificando o movimento de queda registrado em julho, mas de forma mais profunda do que o esperado pelo mercado (-0,3%), segundo a Eurostat, escritório de estatísticas da União Europeia.  

Na comparação com agosto do ano passado, a queda foi de 2,1%, também mais intensa do que a leitura anterior e do que o projetado. De maneira geral, a leitura aponta para um consumo mais fraco no bloco no terceiro trimestre. 

💬 O que achou deste conteúdo?

Produção industrial avança 0,4% em agosto

No Radar do Mercado: a Pesquisa Industrial Mensal (PIM) divulgada pelo IBGE apontou u [...]

Pesquisa Focus: pequenas mudanças

No Radar do Mercado: o relatório divulgado pelo Banco Central semanalmente trouxe pou [...]

Ata do Copom e inflação do Brasil, EUA e zona do euro no centro das atenções | Private Insights

Por ora, ata do Copom não abriu espaço para acelerações no ritmo de corte da Selic. J [...]