Revisitando estimativas de taxa de juros neutra no Brasil

No Radar do Mercado: divulgamos um relatório em que analisamos diversas estimativas da taxa de juros de equilíbrio; na próxima semana, inflação global estará em foco

Por Itaú Private Bank

2 minutos de leitura

Historicamente, o Brasil apresenta taxas de juros reais acima dos padrões internacionais, um reflexo de desafios econômicos e estruturais do país. Nos últimos anos, porém, o país apresentou uma tendência de queda dos juros reais ex-ante, interrompida em um contexto de pressões inflacionárias resultantes de choques de oferta e demanda, somadas à expansão fiscal para conter os efeitos negativos da pandemia sobre a atividade.

A taxa de juros real de equilíbrio, ou taxa de juros neutra, é aquela que equilibra a oferta e demanda por poupança e investimento na economia, ou seja, consistente com o PIB em seu potencial e taxa de inflação na meta. Ela é de extrema relevância para as decisões dos agentes econômicos porque ajuda a inferir a calibragem da política monetária.

O Banco Central deve atualizar suas projeções no Relatório de Inflação do 2º trimestre deste ano. Pelas metodologias já apresentadas pelo BC, estimamos que a mediana da taxa de juros real neutra mostrou alta marginal entre o 1T23 e o 1T24 (de 4,6% para 4,7%).No entanto, a evolução da taxa nos últimos trimestres depende da metodologia utilizada. Diante das dificuldades e complexidades, elaboramos um relatório em que apresentamos diversas estimativas da taxa de juros de equilíbrio, obtidas utilizando diferentes metodologias, que vão desde o uso de filtros estatísticos até modelos com suporte na teoria econômica.

Confira o relatório na íntegra.

Inflação global em foco na próxima semana

Em uma semana mais curta devido ao feriado na quinta-feira, 30 de maio, os investidores estarão atentos às divulgações de inflação no Brasil, com o IPCA-15 na terça-feira e IGP-M na quarta-feira. Também haverá a publicação do Índice de Preços das Despesas de Consumo Pessoal (PCE, na sigla em inglês) nos EUA na sexta-feira e do Índice de Preços ao Consumidor (CPI) da Zona do Euro. Na China, acontece a divulgação do índice de gerentes de compras (PMI) na quinta-feira.

💬 O que achou deste conteúdo?

Leia também

Leia também

Nossa recomendação de investimentos de abril

Nicholas McCarthy, Chief Investment Officer (CIO) do Itaú, resume a análise do cenári [...]

Resultados das Big Techs e a volatilidade no mercado de veículos elétricos

Tech Trends: enquanto empresas como Meta e Microsoft tiveram resultados mistos, a Tes [...]

A Selic pode voltar a subir nos próximos 12 meses?

Neste artigo, analisamos os motivos que explicam essa precificação e como isso se ref [...]