Caí em um golpe, e agora? Saiba o que fazer nesta situação.

Por Itaú

9 minutos de leitura
Mulher pesquisando o que fazer depois que caiu em um golpe financeiro

Os golpistas têm muitas formas de enganar as pessoas. Eles tentam se passar por um amigo que pede dinheiro pelo Whatsapp, criam anúncios de ofertas irrecusáveis, oferecem empregos que não existem, enviam e-mails com boletos falsos, só para dar alguns exemplos.

O fato é que criminosos estão sempre pensando em novas formas de manipular suas vítimas. O nome disso é engenharia social, uma técnica que se aproveita de erros humanos para obter informações ou acessos a sistemas ou locais não autorizados.

Esses golpes são tão criativos que qualquer pessoa, por mais atenta que esteja, pode ser enganada em algum momento. Por isso, é importante que você não se sinta culpado se acontecer com você. Neste post, vamos explicar passo a passo o que fazer para obter ajuda e proteger seu dinheiro.

Leia também: Como se proteger de golpes financeiros

Caí em um golpe, o que fazer?

Se você perceber que caiu em um golpe, é importante agir rápido. Confira o que fazer nessa situação.

Interrompa possíveis contatos com golpistas

Em primeiro lugar, ao perceber algo suspeito, corte totalmente o contato com o golpista. Não responda mensagens, não atenda suas ligações, não dê informações, não faça transferências financeiras. Também é importante tomar cuidado se receber mensagens de outras pessoas que se ofereçam para te ajudar. Nessas situações, o melhor é contar apenas com a ajuda de familiares e amigos e com o atendimento do seu banco.

Entre em contato com sua instituição financeira

Entre em contato imediatamente com o Itaú para contar o que aconteceu e receber ajuda.

Para isso, é importante utilizar apenas os nossos canais oficiais de comunicação que estão logo abaixo.

Clientes com contas Itaú, Uniclass e Personnalité

  • Capitais e regiões metropolitanas: 4004 4828
  • Demais localidades: 0800 970 4828
  • Para clientes no exterior: 55 11 4004 4828

Clientes dos demais cartões de crédito

  • Capitais e regiões metropolitanas: 3003 3030
  • Demais localidades: 0800 720 3030
  • Para clientes com deficiência auditiva e de fala: 0800 722 1722
  • Para clientes no exterior: 921 206 428
  • Verifique a central “Clientes no Exterior” — Transferência via link

Clientes iti

  • Se precisar, entre em contato de segunda a sábado, das 8h às 22h.
  • Capitais e regiões metropolitanas: 3003 6484
  • Demais localidades: 0800 2000 484
  • Para clientes no exterior: 55 11 4004 4828
  • Se preferir, mande um e-mail: ajuda@iti.itau
  • Você também pode acessar o chat: app do iti > menu perfil > ajuda > ajuda no chat.
  • SAC iti: 0800 720 3670

Defina suas senhas

Outro passo fundamental para proteger seu dinheiro é redefinir as senhas da sua conta e dos seus cartões de crédito e débito. A dica é válida especialmente para quem sofreu uma invasão na conta ou teve o cartão de crédito usado indevidamente.

Faça um boletim de ocorrência

Em seguida, faça um boletim de ocorrência (B.O.) para formalizar a ocorrência. Você pode fazer um B.O. pela internet mesmo, na Delegacia Virtual do seu estado. Para isso, é preciso ter mais de 18 anos e conta no sistema gov.br. Confira no link o passo a passo para fazer um boletim de ocorrência online.

No boletim de ocorrência, é importante fornecer o máximo de informação possível sobre o golpe que você sofreu. Muitas vezes, esse documento é solicitado para que o processo de contestação possa ser iniciado.

Confira o que fazer nas situações mais frequentes

O Itaú tem soluções específicas para proteger seus dados e suas finanças em casos de golpes, fraudes ou roubo. Confira o que fazer em duas das situações mais comuns.

Roubo de celular

Se o seu celular for roubado, siga este passo a passo:

  1. Entre em contato com o Itaú através dos nossos canais oficiais.
  2. Bloqueie suas contas remotamente pelo app Celular Seguro, aplicativo criado pelo Governo para comunicação de roubos e furtos de aparelhos celulares. Se não for possível utilizar o app, entre nos sites dos aplicativos, pelo computador, e troque as senhas.
  3. Entre em contato com a operadora e peça para bloquear seu chip e seu aparelho.
  4. Desative a conta do Whatsapp no celular roubado. Para fazer isso, a recomendação do Whatsapp é a seguinte:
    • Adquira um novo chip com o mesmo número de telefone e insira em outro aparelho;
    • Para confirmar seu número no WhatsApp, você deve inserir o código de seis dígitos que vai receber por SMS ou ligação telefônica;
    • Assim que você confirmar esse código no novo dispositivo, sua conta será automaticamente desconectada do celular roubado.
  5. Registre um boletim de ocorrência (B.O.).
  6. Avise seus contatos que teve o celular roubado.

Como manter seu celular protegido

Confira também algumas dicas preventivas para manter seus dados e seu dinheiro protegidos em caso de roubo de celular.

  • Coloque senha no seu chip SIM.
  • Tenha o código do IMEI do seu aparelho anotado em algum lugar seguro para pedir o seu bloqueio em caso de roubo. Para saber o código, tecle "#06#" no aparelho.
  • Habilite a função de rastreio do celular para apagar os dados do seu aparelho e localizá-lo remotamente.
  • Utilize biometria facial ou digital para desbloquear o aparelho.
  • Não anote senhas no celular nem envie por mensagens.
  • Ative a autenticação em dois fatores nos aplicativos.
  • Não utilize a opção “salvar senha” em navegadores, sites e apps.
  • Não salve dados do cartão para compras futuras.

Fraudes com cartão de crédito

Se você perceber que foi vítima de alguma fraude com o cartão de crédito, siga este passo a passo:

  1. Entre em contato com o Itaú através dos nossos canais oficiais.
  2. Comunique a fraude e peça o bloqueio do seu cartão imediatamente. Para fazer um bloqueio temporário, siga esses passos aqui no app:
  • Vá até o menu;
  • Escolha a opção cartões;
  • Selecione a opção minhas proteções;
  • Escolha o cartão e escolha as modalidades de compras que quer bloquear (online, presencial e pagamento por aproximação).

3. Registre um boletim de ocorrência (B.O.).

Como manter seu cartão protegido

Aqui vão algumas dicas para manter seu cartão afastado de criminosos.

  • Não entregue o cartão a outras pessoas.
  • Nunca forneça o número do cartão e a data de validade de CVV.
  • Não salve os dados do seu cartão em navegadores da internet.
  • Nunca deixe os dados do seu cartão visíveis.
  • Se for descartar o cartão, corte o chip ao meio.
  • Para compras online, crie um cartão virtual.

Dicas do Itaú para você se proteger de golpes

A página de segurança do Itaú reúne uma série de dicas para você se proteger de golpes. Algumas das principais recomendações são fazer cadastro de biometria para aumentar a segurança das suas operações, definir limites de pix, especialmente para contatos ainda não salvos, utilizar cartões virtuais para compras online e ativar todas as notificações da sua conta e do seu cartão de crédito para ficar por dentro das movimentações em tempo real.

Para se proteger de criminosos, também é muito importante saber o que eles andam fazendo. Conheça os principais tipos de golpes na internet neste link.