Como evitar cair no golpe do Pix falso

Itaú

• 9 minutos de leitura

Mulher sentada pesquisando como evitar cair no pix falso pelo celular

Você já conhece o golpe do pix falso? Esse tipo de golpe financeiro vem sendo utilizado por pessoas mal-intencionadas que enviam um comprovante falsificado para pedir um “reembolso” de dinheiro para as vítimas. Neste post, vamos mostrar como você pode se proteger e o que fazer para recuperar seu dinheiro se perceber que foi enganado.

Como funciona o golpe do pix falso?

O golpe funciona basicamente por meio de um comprovante de pix falso. O objetivo é convencer a vítima a “devolver” um dinheiro que por engano foi enviado para sua conta.


A sequência do golpe do pix falso é basicamente esta:


  1. O golpista entra em contato com a vítima pelo Whatsapp, por exemplo, pedindo o “reembolso” de um pix que foi feito por engano para sua conta;
  2. Para demonstrar que a transação foi realizada, ele envia um comprovante de pix falso;
  3. A vítima acredita no golpista e “devolve” o pix para a conta indicada;
  4. O golpista recebe o dinheiro e desaparece;
  5. Ao conferir o extrato da conta, a vítima percebe que o pix “feito por engano” nunca entrou na sua conta e por isso não havia qualquer valor a ser “devolvido”.

Há também casos em que o crimonoso utiliza o comprovante de pix falso para confirmar que fez o pagamento de alguma compra. Nestas situações, sua intenção é receber um produto ou serviço pelo qual nunca pagou de verdade.

Como evitar cair no golpe?

Antes de tudo, vale dizer que a melhor forma de se proteger contra o golpe do pix falso é saber se o pix “feito por engano” realmente entrou na sua conta antes de enviar qualquer valor para um desconhecido. Isso porque muitas vezes os comprovantes falsificados são praticamente perfeitos, o que dificulta o reconhecimento de falhas.


Sabendo disso, fique atento às dicas que reunimos para você se proteger.

Como identificar um comprovante de pix falso?

De forma geral, para identificar um comprovante de pix falso você precisa ficar atento aos detalhes da imagem. A seguir, mostraremos alguns pontos que merecem atenção.


Confira a qualidade do comprovante


O comprovante falso às vezes tem algum erro no logo do banco, por exemplo. Pode ser uma cor diferente ou um tamanho diferente do comprovante verdadeiro. Também pode haver diferenças no tamanho das letras e dos números, o que indica que alguma coisa deve ter sido alterada na imagem.


Confirme data e hora da transação


Quando recebemos um comprovante de pix, é comum olharmos apenas para o valor transferido. No entanto, para evitar golpes, é importante também ficar atento às informações de data e hora da transação.


Se alguém entrar em contato dizendo que fez um pix por engano para sua conta, observe quando aquela transação foi realizada. Se o comprovante for da semana passada, por exemplo, vale a pena ficar mais atento.


Verifique dados do pagador e do recebedor


Outro ponto importante a observar é se o seu nome aparece corretamente como recebedor do pix. Além disso, tente conferir se o nome do pagador coincide com o nome da pessoa que entra em contato com você.


Pix agendado? Desconfie


Uma forma bastante comum de fazer vítimas desse tipo de golpe é enviar um comprovante de pix agendado. É possível mesmo fazer esse tipo de agendamento, então esse comprovante pode ser verdadeiro.


O problema é que o golpista pode cancelar o agendamento a qualquer momento antes de o pix ser realizado. Ou seja, a vítima pode não perceber que a data da transação está no futuro e acreditar que o dinheiro foi transferido para sua conta por engano. Dessa forma, ela pode acreditar que deve “devolver” o dinheiro e só depois de enviar o pix descobrir que nenhum valor tinha entrado na sua conta.


Confira o extrato bancário


O jeito mais eficiente de confirmar se você recebeu algum dinheiro por engano é checar o seu extrato bancário. Como o pix é uma transação instantânea, se a transação de fato tiver sido realizada, o dinheiro já deve estar na sua conta.


Portanto, se o valor não aparecer no extrato, o pix não foi realizado. Não faça qualquer “devolução”, independentemente da história que a pessoa contar.


Ative as notificações no app do banco


Para ficar sempre atento às movimentações da sua conta bancária e se proteger desse tipo de golpe, uma boa estratégia é ativar as notificações no app do banco.


Para ativar as notificações, abra o app Itaú, e siga este caminho: Clique na foto do seu perfil > clique na engrenagem, no canto superior direito > preferências de comunicação > Pagamentos Instantâneos - Pix > Selecionar a chave desejada > Escolher a forma de notificação (SMS, E-mail ou Push).


É possível recuperar o dinheiro perdido em um golpe?

O Banco Central criou um mecanismo para facilitar as devoluções em caso de fraudes com PIX, o MED (Mecanismo Especial de Devolução). Se você foi vítima do golpe do pix falso, pode tentar recuperar o dinheiro perdido seguindo os passos abaixo.


  1. Registre o pedido de devolução do dinheiro no seu banco até 80 dias depois da data em que você fez o pix;
  2. Se o banco entender que pode ter sido mesmo um golpe, quem recebeu seu Pix terá o dinheiro da conta bloqueado;
  3. A análise do caso pode levar até 7 dias. Se for concluído que de fato houve fraude, você pode receber o dinheiro de volta em até 96 horas, desde que o valor esteja disponível na conta bloqueada. Esse é o grande problema: em geral, os golpistas tiram todo o dinheiro da conta, o que impossibilita a devolução do dinheiro perdido pela vítima.

Esse procedimento não garante que o dinheiro perdido seja recuperado, mas aumenta as possibilidades de isso acontecer.


Sou cliente Itaú e caí no golpe pix falso. O que fazer?

Se você cair no golpe do pix falso, deve entrar em contato com a central do Itaú imediatamente pelos números 4004 4828 (capitais e regiões metropolitanas) ou 0800 970 4828 (demais localidades).



Quer saber mais sobre outros golpes financeiros?


Para manter seu dinheiro protegido, conheça a página de segurança digital do Itaú e fique por dentro de todos os golpes.


Conheça também o Seguro Transação Protegida, que te protege contra transações realizadas por criminosos, em casos de sequestro, e o Seguro Cartão Protegido, que te protege contra imprevistos com seu cartão.