Branding: O que é, benefícios e como colocá-lo em prática!

Por Itaú Empresas

10 minutos de leitura
Imagem ilustrativa do artigo Branding: O que é, benefícios e como colocá-lo em prática!

A cada dia, novas marcas surgem no mercado para atender necessidades dos clientes por meio da entrega de serviços completos. Embora exista essa variedade, algumas empresas se destacam mais do que as outras, pois sabem o que é branding e como implementá-lo com eficiência em suas estratégias comerciais.

Esse termo corresponde à forma como as companhias marcam os clientes, facilitando seu reconhecimento perante a concorrência. É uma atividade que favorece a gestão da marca, para construir uma reputação sólida e inesquecível na mente dos consumidores, gerando inúmeras vantagens para a empresa.

Neste conteúdo, reunimos tudo que você precisa saber sobre branding e como colocar essa estratégia em prática. Confira até o final e descubra como tornar seu empreendimento ainda mais notável no mercado!

Branding: o que é?

A construção de uma marca não ocorre da noite para o dia. Todos os fatores relacionados a um negócio, desde as cores do logotipo até a maneira como os clientes são atendidos, afetam sua imagem.

É nesse sentido que entra o branding, termo em inglês que pode ser traduzido como gestão de marca, para a construção de uma reputação sólida. Esse tipo de gerenciamento funciona para captar a atenção do público a fim de torná-lo defensor de uma empresa. No entanto, é importante existir uma harmonia entre a imagem e a identidade do seu negócio. Ou seja, entre aquilo que é comunicado para as pessoas e aquilo que sua marca realmente faz.

Assim sendo, o branding não é um processo rápido que você realiza e alcança os resultados a curto prazo. Trata-se de um método contínuo, o qual exige dedicação e precisa ser melhorado com frequência.

O que é marca?

Até aqui falamos algumas vezes sobre marca, por isso, é válido saber sua definição, já que o branding depende do conhecimento sobre o que é marca e para que serve esse termo.

Resumidamente, marca é a união de elementos, símbolos e valores que representam um empreendimento, o que envolve o logotipo, a sua mensagem comercial e diferenciais dos produtos que estão à venda. Além disso, inclui características, como a dedicação aos consumidores, a eficiência dos serviços e as experiências que as pessoas vivenciam ao fazer contato com a instituição.

Quais as vantagens do branding para as empresas?

Conheça os benefícios que o branding traz para instituições que decidem implementá-lo!

Torna a companhia mais atrativa

Além de transmitir os valores do negócio para os clientes, uma marca bem posicionada atrai candidatos talentosos para o time, melhora a relação com fornecedores, engaja colaboradores, favorece a satisfação geral e gera valor de mercado.

Diferencia a empresa da concorrência

É por meio do branding que a empresa se destaca em todos os ambientes que percorre. Não importa o canal de contato utilizado para atender um cliente, ele compreenderá os diferenciais que sustentam aquele produto ou serviço, destacando sua empresa da concorrência.

A sua marca hoje tem uma abordagem única e diferenciada? Pense sobre isso.

Conquista clientes mais qualificados

Uma estratégia eficiente beneficia diretamente os resultados da empresa em termos de venda e presença comercial. Isso acontece porque o público reconhece, tende a valorizar e até a pagar mais por uma mercadoria que é desenvolvida (ou revendida) por uma companhia que tem uma identidade bem trabalhada. Afinal, o que realmente interessa é a percepção que as pessoas têm sobre a sua marca.

Como o branding deve funcionar?

É muito arriscado promover a estratégia de branding sem saber para quem os produtos ou serviços da sua empresa devem ser oferecidos. Afinal, cada vez mais as marcas devem concentrar esforços colocando o cliente no centro de tudo. Sem essa base, como você saberá se os itens do seu catálogo ou serviços realmente atendem uma demanda que é relevante para os consumidores?

Por isso, o branding deve funcionar com base no perfil do seu público-alvo. Logo, o primeiro passo é fazer um levantamento detalhado sobre as necessidades e preferências das pessoas que já compram ou pretendem comprar do seu estabelecimento.

Como colocá-lo em prática?

Quanto mais elaborado for o branding, melhores serão seus resultados. Como é uma prática que funciona no médio e longo prazo, depende da formação de uma reputação sólida na mente dos consumidores. Para isso, veja o passo a passo a seguir:

  1. Defina o propósito da sua marca: compreender o motivo do seu negócio existir é essencial para trazer clareza ao propósito da sua marca. Isso é fundamental para que você desenvolva ideias para se diferenciar da concorrência e atender às necessidades do seu público.
  2. Elabore sua promessa comercial: enquanto o passo anterior é algo mais interno, a promessa é uma demonstração de como sua empresa pode impactar o mercado e a sociedade por meio de suas ações comerciais.
  3. Selecione os atributos do empreendimento: nesta etapa, é necessário pensar os atributos e características da sua marca. Determinar os valores é fundamental, pois revela o que é inegociável para a empresa e o que favorece a identificação dos consumidores com o negócio.
  4. Defina o posicionamento da marca: estude como sua marca deve se posicionar no mercado para ganhar espaço e relevância a fim de ser notada com facilidade pelas pessoas.
  5. Crie uma identidade visual: chegou a hora de dar um rosto à empresa, a fim de que ela seja reconhecida. Para isso, é necessário criar um logotipo especial, com cores, fontes e símbolos que representem a marca e a mensagem que deve ser passada.
  6. Invista no marketing de conteúdo: oferecer conteúdos ricos sobre temas que têm a ver com seu negócio é essencial para educar clientes, turbinar vendas e gerar autoridade. Para isso, utilize um tom de voz compatível com seu público na hora de idealizar suas postagens em texto, vídeo e imagem.
  7. Busque o alcance das mídias sociais: as redes sociais (Facebook, Instagram, TikTok) são canais excelentes para deixar a empresa mais próxima dos consumidores, pois permitem transparecer os valores da organização, seus diferenciais e bastidores.
  8. Lembre-se do endomarketing (marketing interno): assim como você apresenta os propósitos e diferenciais da sua marca para o mercado, é importante que os seus funcionários vivenciem isso internamente. Portanto, não deixe de agradar, orientar e treinar sua equipe com frequência para gerar um engajamento capaz de ser demonstrado por meio da prestação de serviços.

Saber o que é branding e como colocá-lo em prática é uma maneira eficaz de transformar o desempenho do seu negócio para melhor. Para isso, basta seguir as dicas e recomendações mencionadas. Assim, sua marca terá grandes chances de se destacar perante a concorrência do seu segmento.

Quer ficar por dentro das novidades do nosso blog? Então, cadastre-se na nossa área logada para ter acesso a diversos conteúdos interessantes como este!