Ata do Fed: incertezas quanto à inflação

No Radar do Mercado: o Fed divulgou a ata de sua última reunião de política monetária, quando atualizou as projeções do comitê sugerindo queda menor nos juros adiante

Foto do Autor

Itaú Private Bank

• 3 minutos de leitura

O Federal Reserve (Fed, banco central americano) divulgou a ata de sua última reunião de política monetária, quando a autoridade manteve os juros no intervalo de 5,25% a 5,50% ao ano e atualizou as projeções do comitê, revisando para cima a inflação deste ano e sugerindo queda menor nos juros adiante.

O documento divulgado hoje apontou que alguns participantes notaram que as recentes altas na inflação foram disseminadas e, portanto, não deveriam ser desconsiderados como meras aberrações estatísticas.

Também houve discussão sobre as incertezas em torno das perspectivas econômicas. Participantes do comitê se mostraram preocupados com a inflação persistente, e avaliaram que com base nos dados divulgados até o momento da reunião, não obtiveram mais confiança de que a inflação caminha em direção à meta de maneira sustentável.

As autoridades consideraram que a taxa de juros estava provavelmente no seu pico neste ciclo de aperto e que seria apropriado começar a reduzir os juros em algum momento deste ano, se a economia evoluir como esperado.

Além disso, os participantes começaram a discutir uma desaceleração no ritmo de redução do balanço patrimonial consistente com os planos anunciados em maio de 2022, indicando que o momento está mais próximo, com membros mostrando preferência por uma redução em cerca de metade do ritmo atual.


💬 O que achou deste conteúdo?

Leia também

Leia também

Nossa recomendação de investimentos de março

Nicholas McCarthy, Chief Investment Officer (CIO) do Itaú, resume a análise do cenári [...]

As histórias do Miami Open e do mercado de títulos de crédito privado no Brasil

TenisVesting: Miami Open e mercado de crédito privado brasileiro conquistam, respecti [...]

Copom: diante das incertezas, mudança nos próximos passos

No Radar do Mercado: o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central reduziu [...]