Itaú Blog

Market Update: crescimento e desafios da economia da Índia

Confira os destaques e insights discutidos em nosso evento mensal, em que especialistas exploraram as diversas oportunidades trazidas pela economia indiana

Foto do Autor

Itaú Private Bank

• 3 minutos de leitura

Créditos: Itaú Private Bank

Aconteceu na terça-feira, 12, a segunda edição de 2024 do nosso bate-papo mensal Market Update. Participaram da conversa Gina Baccelli, Economista-chefe do Itaú Private Bank, Niraj Patel, Chief Equities Strategist do Itaú Private Bank Internacional, e Claus Born, Senior VP and Institutional Portfolio Manager do Franklin Templeton Emerging Markets Equity. A moderação foi de Marcelo Aagesen, Head of Global Markets and Strategy.

Durante a discussão, foi feita uma análise sobre a realidade atual da Índia, ressaltando oportunidades e perspectivas para o futuro da economia emergente. Nossa economista-chefe trouxe para o encontro suas impressões sobre o cenário macro indiano após a viagem recente feita ao país.

Seria a Índia a nova China?

Hoje, a Índia parte de um estágio inicial semelhante ao da China antes de seu desenvolvimento econômico exponencial, com bônus demográfico, população majoritariamente agrária, e amplas oportunidades nos setores de infraestrutura e habitação. Isso levanta o questionamento sobre a possibilidade da Índia se tornar a “nova China”.

Apesar das similaridades entre ambos, o país, na opinião de Gina Baccelli, está no caminho para traçar uma história de sucesso sem precedentes, mas sem repetir a experiência da China, ou seja, criando sua própria estratégia de desenvolvimento.

Atualmente, a Índia é a quinta maior economia mundial e está no caminho para se tornar a terceira, superando Alemanha e Japão. Esse cenário será possível porque o país possui uma gama de oportunidades que favorecem seu desenvolvimento.

Claus Born ressalta que o país apresenta a menor probabilidade de recessão globalmente, oferece retornos atrativos de médio e longo prazo em investimentos, além de trazer muitas oportunidades no setor de transição energética.

O país também se destaca pelos recentes investimentos em infraestrutura, com o exemplo da recente expansão de linhas de metrô, abrangendo diversas cidades. Surpreendentemente, o setor de bebidas alcoólicas também tem ganhado visibilidade, tanto no âmbito do consumo como no da produção.

Além disso, a Índia apresenta digitalização acelerada: no país existem 1,2 bilhão de usuários de celular. O cenário de inclusão digital favorece imensamente o ecossistema de negócios do país, possibilitando, por exemplo, o surgimento de diversas fintechs e unicórnios.

Nossas conclusões

Confira a seguir os principais destaques e conclusões do bate-papo:

  • A Índia é uma economia emergente com grande potencial de crescimento; é previsto que venha a ser a terceira maior economia mundial futuramente.
  • Hoje, apresenta um quadro muito semelhante ao da China antes de iniciar seu processo de desenvolvimento econômico. Apesar disso, conta com diversas oportunidades e especificidades que a diferencia do caso chinês.
  • Como nação mais populosa do mundo, o cenário demográfico é favorável, devido ao bônus demográfico e principalmente ao consumo crescente.
  • É território propício para investimentos financeiros, em infraestrutura, indústria, energia, entre outros.
  • A digitalização acelerada do país é seu principal diferencial e favorece o ecossistema de negócios da região.

A seguir, confira o vídeo na íntegra:

Leia também

Leia também

Nossa revisão de cenário macro para fevereiro

Economia e Mercados: além da nossa revisão de cenário para fevereiro, nesta semana ho [...]

Jogador Ideal x Carteira Ideal | Itaú Private Bank

[12:00] Andrea Masagao R Moufarrege TenisVesting: um portfólio robusto deve conter vá [...]

Vídeo mensal: nossas atualizações para o cenário macro

Confira os destaques do bate-papo com Nicholas McCarthy, Chief Investment Officer do [...]