Itaú Blog

Focus: alta nas expectativas para o PIB

No Radar do Mercado: o relatório Focus do Banco Central trouxe mudanças nas projeções para a inflação e para o crescimento da atividade econômica do país

Foto do Autor

Itaú Private Bank

• 2 minutos de leitura

O Banco Central divulgou hoje mais uma edição do Relatório Focus. Após o Produto Interno Bruto (PIB) do terceiro trimestre vir mais forte do que o esperado pelo mercado na última semana, o relatório trouxe alta para as expectativas do PIB.

Na comparação com a semana anterior, a mediana das estimativas do IPCA teve uma queda para 2023 (para 4,51%). Para 2024, houve uma leve oscilação para cima (3,93%). As projeções seguiram estáveis para 2025 e 2026 (ambas em 3,50%). Vale lembrar que a meta do Conselho Monetário Nacional (CMN) para a inflação é de 3% para os próximos anos. O intervalo de tolerância é de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo.

Com relação à atividade econômica, as estimativas para o crescimento do PIB subiram para 2023 (2,92%), 2024 (1,51%) e 2025 (2,0%). Para 2026, não houve alteração (em 2,0%).

Na frente de política monetária, as expectativas para a taxa Selic seguiram estáveis em 11,75% para 2023, em 9,25% para 2024 e em 8,50% para 2025 e 2026.

Por fim, a estimativa para a taxa de câmbio recuou para 2023 (para R$/US$ 4,95), 2024 (para R$/US$ 5,00) e 2026 (a R$/US$ 5,10). Para 2025, a estimativa seguiu inalterada (a R$/US$ 5,10).

💬 O que achou deste conteúdo?

No Radar do Mercado é um boletim diário que traz de forma simples e resumida os destaques no cenário macroeconômico local e internacional.

Quer deixar um comentário? Clique aqui!

Atividade segue frágil na Zona do Euro | Private Insights

No Radar do Mercado: PIB da Zona do Euro contrai no terceiro trimestre; produção indu [...]

IGP-DI sobe menos do que o esperado | Private Insights

No Radar do Mercado: o IGP-DI avançou 0,50% em novembro, abaixo da expectativa do mer [...]

PIB brasileiro cresce 0,1% no terceiro trimestre de 2023 | Private Insights

No Radar do Mercado: PIB cresceu 0,1% no terceiro trimestre de 2023, acima do esperad [...]