Itaú Blog

PIB do Reino Unido dá sinais de recuperação

No Radar do Mercado: PIB do Reino Unido registra melhora pontual, enquanto a produção industrial da Zona do Euro recua

Foto do Autor

Itaú Private Bank

• 3 minutos de leitura

PIB do Reino Unido mostra recuperação momentânea

O Produto Interno Bruto (PIB) do Reino Unido apresentou uma melhora em janeiro (de 0,2%, na comparação mensal), após uma queda na leitura anterior (-0,1%). A alta veio ligeiramente acima das expectativas do mercado.

O destaque positivo ficou por conta da aceleração do setor de construção (em 1,1%), e dos serviços (em 0,2%), enquanto a principal contribuição negativa veio da produção industrial, que retraiu 0,2%.

Nossa visão: apesar do crescimento positivo no mês, a divulgação não altera o cenário de estagnação da atividade econômica da região, que terminou 2023 em uma recessão técnica, após duas retrações trimestrais consecutivas. A leitura de hoje não deve alterar a avaliação do mercado de que o Banco da Inglaterra iniciará o ciclo de cortes de juros a partir do segundo semestre.

Produção industrial cai na Zona do Euro

A produção industrial da Zona do Euro registrou uma queda de 3,2% em janeiro, em relação ao mês anterior. A leitura veio bem abaixo da expectativa do mercado, que apontava para uma queda menos profunda (-1,8%).

A contração também foi mais intensa do que a registrada em dezembro, em 2,6% após revisão. A fraqueza da indústria foi geral para todos os países da Zona do Euro, mas exacerbada pela queda na Irlanda. Ao desconsiderar a contribuição da Irlanda no indicador, a queda foi menos intensa, de 1,6%.

💬 O que achou deste conteúdo?

Leia também

Leia também

China divulga metas econômicas para 2024

Economia e Mercados: na China, as metas econômicas anunciadas para 2024 vieram em lin [...]

Payroll: criação de vagas acelera nos EUA

No Radar do Mercado: criação de vagas nos EUA veio acima das expectativas do mercado [...]

BCE divulga decisão de política monetária

No Radar do Mercado: Na Zona do Euro, o Banco Central Europeu divulgou sua decisão de [...]