Itaú Blog

Vendas no varejo recuam mais do que o esperado em maio

No Radar do Mercado: o volume de vendas no varejo brasileiro recuou 1% em maio, abaixo da expectativa do mercado

Foto do Autor

Itaú Private Bank

• 2 minutos de leitura

Crédito: Getty Images

O volume de vendas no varejo brasileiro recuou 1% em maio, frente abril, segundo dados divulgados hoje pelo IBGE. O resultado veio abaixo da expectativa do mercado, que era de uma queda menos acentuada (-0,3%). Em relação ao mesmo período de 2022, a queda também foi de 1%.

As atividades do comércio varejista mantiveram equilíbrio entre taxas positivas e negativas no mês. Quatro delas recuaram, sendo “tecidos, vestuário e calçados” a que apresentou a maior queda em maio. Já a principal alta ficou com “artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos e de perfumaria”.

No comércio varejista ampliado, que inclui as atividades de veículos, motos, partes e peças e material de construção, as vendas caíram 1,1% na comparação mensal (abaixo das expectativas de -0,8%) e avançaram 3% na comparação anual.

Em suma, as vendas no varejo tiveram um desempenho fraco em maio. Assim, para o segundo trimestre, esperamos uma queda no indicador, com um pequeno aumento no comércio varejista ampliado (impulsionado pela alta nas vendas de automóveis em junho).

💬 O que achou deste conteúdo?

Veja também

Veja também

Ata do BCE reforça novas altas nos juros à frente

No Radar do Mercado: a ata da última reunião do Banco Central Europeu sinalizou que n [...]

Revisamos os nossos cenários local e global

No Radar do Mercado: divulgamos a revisão de cenário local considerando uma parcimôni [...]

Inflação dos EUA desacelera mais do que o esperado em junho | Private Insights

No Radar do Mercado: o Índice de Preços ao Consumidor (CPI, na sigla em inglês) dos E [...]