Itaú Blog

Quais comportamentos definem uma liderança forte?

Foto do Autor

Itaú Empresas

• 10 minutos de leitura

Saber o que, de fato, é ser líder não é tão fácil quanto parece, principalmente quando consideramos que existem diferentes tipos de liderança. No entanto, compreender esse conceito a fundo é um dos primeiros passos para se tornar um profissional melhor.

Seja na posição de liderado ou no posto de chefe, desenvolver uma boa noção de liderança vai trazer ótimos retornos profissionais. Afinal, é preciso compartilhar de uma série de características de um líder para conduzir a carreira ou as equipes com sucesso.

Além disso, é importante desmistificar a ideia de que um líder sempre será a pessoa mais velha do grupo ou um homem. O mesmo vale para a compreensão de que o responsável por conduzir um time deve ser autoritário e inacessível.

Isso e muito mais você pode descobrir neste artigo. Confira e entenda a fundo o conceito de liderança e a sua importância para o mercado!

O que é liderança?

É complicado definir liderança sem se apegar a estereótipos. No entanto, aqui vai um convite para compreender o significado da palavra da forma mais simples possível: trata-se de ter mais responsabilidades diante de um conjunto de profissionais e ajudá-los atingir determinados objetivos.

Desse modo, é possível ter um líder de um grupo, de uma equipe, de um negócio ou, até mesmo, de um conjunto de empresas. Quanto maior for o quadro dos liderados, maiores também tendem a ser as responsabilidades atribuídas à figura da liderança.

É por esse motivo que se torna tão importante trabalhar algumas habilidades socioemocionais que serão úteis para ocupar essa posição. Afinal, por mais que algumas pessoas desenvolvam o instinto de liderança ao longo da vida, sem conhecimentos suficientes, um líder tende a falhar em diversas funções, o que pode comprometer o desempenho de várias pessoas.

Qual sua importância?

A liderança é uma divisão importante para organizar processos e manter o controle da qualidade de cada etapa a ser realizada dentro de um grupo. Além disso, torna-se uma figura de referência para os demais profissionais de uma equipe, a quem podem recorrer em caso de dúvidas, imprevistos, emergências e demais necessidades.

Para garantir uma gestão eficiente de um projeto, definir um líder é sempre um passo importante. Somente a partir disso é possível coordenar os processos e buscar o máximo de organização, tanto física quanto mental, que se pode ter dentro de um ambiente com diversas pessoas e diferentes responsabilidades.

No entanto, pode-se notar também que o tipo de líder que uma pessoa se torna tem a ver bastante com a sua personalidade e as experiências que coleciona. O ambiente também influencia muito nas características de liderança de uma pessoa, de modo que dificilmente você deve encontrar um chefe igual a outro.

É por isso que existem tantas classificações, como liderança transformacional, situacional, carismática, autocrática, democrática e por aí vai. A cultura organizacional molda bastante como será o comportamento de um líder de determinada empresa, assim como o próprio quadro de profissionais.

Quais seus fundamentos?

Considerando o conceito e a importância da liderança, é possível perceber que não importa se estamos falando de pequenas empresas ou grandes organizações, essa é uma posição importante para todos os negócios e projetos. Sendo assim, é necessário também entender alguns dos fundamentos desse cargo.

Isso porque, o líder tem uma forte relação com o equilíbrio de uma empresa, principalmente no que diz respeito à rotina organizacional. Assim, algumas características são fundamentais para esse profissional.

A seguir, confira quais são os principais fundamentos da liderança para uma gestão inovadora!

Saber delegar

Atribuir as tarefas para os colaboradores, de acordo com as demandas da empresa, é uma das principais funções do líder. Nesse caso, é importante ter uma visão detalhada da situação, a fim de manter o equilíbrio dessas delegações.

Isso significa que um profissional não pode estar sobrecarregado enquanto outros têm tarefas que não ocupam nem metade do tempo da jornada de trabalho. Nesse sentido, pensar no bem-estar físico e mental dos colaboradores é o primeiro passo para aprender a delegar de forma equilibrada e eficiente.

Saber escutar

O líder também está sempre atento ao que a equipe fala. Somente assim é possível saber o que está acontecendo dentro do ambiente de trabalho e oferecer as melhores soluções possíveis.

Vale destacar também que quanto mais acolhedor for o momento de escuta, melhor tende a ser a relação construída com os demais profissionais do time. Essa é uma conquista muito importante para desenvolver projetos de qualidade.

Saber inspirar

Para estabelecer uma rotina produtiva e eficiente, é fundamental ter em mente duas características importantes para a equipe: motivação e engajamento. Se os profissionais não encontram razões para ter um bom desempenho, nem se sentem confortáveis com o ambiente de trabalho ou têm os recursos necessários para as atividades, dificilmente é possível alcançar esses objetivos.

Por isso, um dos diferenciais de um líder é a capacidade de inspirar, seja por palavras, seja por exemplos. Assumir um comportamento que motiva os profissionais a terem um bom trabalho dia a dia se torna um dos papéis mais importantes da liderança de um espaço.

Saber decidir

Quando se fala que um líder tem maiores responsabilidades, isso diz respeito, principalmente, à necessidade de tomar as decisões mais apropriadas para cada situação.

Vale ressaltar que, para realizar uma boa escolha, é preciso conhecer os riscos, os custos e os benefícios de cada opção. Além disso, é necessário considerar as necessidades da empresa e das equipes a cada momento, a fim de se aproximar das alternativas mais coerentes.

Quais as principais técnicas para ser um líder melhor?

Conhecendo os principais fundamentos da liderança, o que é preciso para se tornar um bom líder? Como visto, essa é uma habilidade que pode ser desenvolvida por todas as pessoas e as influências ambientais também interferem bastante.

No entanto, é possível tomar a iniciativa de desenvolver algumas habilidades socioemocionais e técnicas que vão fazer a diferença no trabalho como um líder, por exemplo:

  • capacitação profissional — quanto mais uma pessoa conhece diferentes técnicas, teorias e metodologias, mais fácil é para tomar decisões e usar a criatividade para estabelecer um bom plano para os negócios;
  • inteligência emocional — gerenciar as emoções e saber reconhecer o que as outras pessoas sentem faz toda a diferença na forma que um líder vai se comportar diante da equipe a quem foi designado, principalmente em momentos de alta pressão;
  • habilidades interpessoais — promover uma comunicação não violenta e saber lidar com diferentes tipos de pessoas é mais uma necessidade para uma liderança de qualidade;
  • empatia — a tolerância e a compreensão também são necessárias para um líder, pois permitem entender que as pessoas nem sempre conseguem atingir o desempenho ou o prazo esperados;
  • aprender a dar e receber feedbacks — o líder e os liderados vão desenvolver, em conjunto, um ambiente seguro para o trabalho. Para isso, é importante trocar comentários e experiências para garantir melhorias constantes.

Viu só como o conceito de liderança vai além do que muita gente imagina? Afinal, não se trata apenas de dar ordens ou de ter um cargo alto. Essa é uma função que deve ser desempenhada por pessoas com visão humanizada e comprometidas a oferecerem o melhor para as equipes e para o crescimento sustentável das empresas.

Este post foi interessante para você? Então, continue lendo sobre o assunto. Veja também o que fazer para desenvolver a atitude de líder!